.
Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

quarta-feira, 15 de abril de 2015

RESENHA #1: GAME OF THRONES 5X1: THE WARS TO COME



















Esta será minha primeira resenha de séries no blog, espero que gostem. Escolhi Game of Thrones para iniciar, mesmo que na 5ª temporada, porque é uma série que eu amo de paixão!
Lembrando que contém SPOILERS para quem ainda não assistiu.



Este 1º episódio da 5ª temporada começou com uma retrospectiva bastante rápida do que ocorreu em Game of Thrones na última temporada. Após isso, mostra uma Cersei jovem com sua amiga de infância, visitando uma bruxa famosa por contar o futuro. Essa bruxa pede para Cersei cortar o dedo e depois a puxa, chupando o sangue desse dedo ferido. Com isso, permite a Cersei 3 questões, e responde todas, resumidamente, dizendo que ela seria rainha por um tempo, até uma mais jovem e mais bonita aparecer para tomar tudo dela. Ela teria filhos, mas não do rei. Ele teria 20 filhos e ela, 3. Voltando ao presente, Cersei se encontra toda de preto, marcando presença e repreendendo o irmão Jaime no funeral de seu pai, Tywin, por haver libertado (ao menos ela tem fortes suspeitas) Tyrion.



Tyrion viaja no navio dentro de um caixote e é libertado por Varys, quando chegam à casa de Ilyrio Mopatis, e fica claro que Varys quer Daenerys no trono e precisa da inteligência de Tyrion a favor desta causa. Uma estátua de Meereen é derrubada, simbolizando a liberdade recém-adquirida dos escravos. Os Filhos da Harpia aproveitam um momento de distração de Rato Branco - um soldado do exército dos Imaculados de Daenerys, que está num bordel somente deitado e ouvindo uma prostituta cantar - e cortam seu pescoço.



Jon Snow (um dos meus queridinhos) está treinando com espadas na Muralha e Sir Alliser é o novo Senhor Comandante. Jon é chamado pela Melisandre para ir conversar com o Rei Stannis Baratheon, cuja ordem é simples: convencer Mance Rayder a se ajoelhar perante ele, juntando seu exército de selvagens para atacar Winterfell, que está sob o domínio de Roose Bolton.



Mindinho, Sansa e Arryn aparecem e este último é deixado para ser treinado com um vassalo. Brienne está discutindo com seu quase escudeiro para que ele a deixe, quando Sansa passa bem próxima, dentro de uma carruagem e acompanhada somente de Mindinho.
Lancel, ex-amante de Cersei e seu parente, está arrependido de seus pecados e agora se juntou aos Pardais. Margaery encontra o irmão Loras na cama com outro homem, Olyvar. 

Dois dos dragões de Daenerys estão presos num porão por terem atacado e matado uma criança - Drogon está sumido desde então - e aceitando o conselho de seu amante, ela tentará libertá-los novamente. Só que ela não contava que seus próprios dragões a atacariam, e foge consternada com essa situação.

Jon entra na cela de Mance e tenta convencê-lo, sem sucesso. Mance é queimado vivo, mas Jon, tomado pela amizade e piedade, encerra seu sofrimento com uma flecha no coração, podendo ser interpretado como uma afronta a Stannis e a Mulher Vermelha.

Este episódio, como não poderia deixar de ser, teve início de possíveis intrigas e mortes. Vamos aguardar o que o próximo nos reserva, mas sou sempre suspeita em avaliar algo que amo!


Por Dentro do Episódio:



Próximo Episódio: The House of Black and White




Postado por




Nenhum comentário :

Postar um comentário