.
Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

sábado, 2 de maio de 2015

RESENHA #3: GAME OF THRONES 5X3: HIGH SPARROW



Olá, historiadores!

Trazemos o que rolou no 3º episódio dessa série tão amada!

Lembrando que contém SPOILERS para quem ainda não assistiu.


Neste 3º episódio de GoT, nos encontramos dentro da Casa do Preto e Branco, acompanhando Arya em seu trabalho de varrição. Jaqen dá água de uma fonte para um homem, e Arya o questiona, obtendo como resposta que ela só quer servir a si mesma e que sabe que existe somente um Deus. O homem morre no chão, sem esboçar reação, e é levado por outros dois servos da Casa.


Margaery e Tommen se casam, e ela é ovacionada antes do matrimônio, causando inveja e despertando certo receio em Cersei. Ela tem a noite de núpcias com seu marido (diferentemente do livro), consumando o casamento. Na cama, ela começa a retirar, sutilmente, informações dele e, do mesmo modo, tenta jogá-lo contra a mãe, dizendo que ele sempre será o filhote de Cersei, uma leoa que protege sua cria.


Cersei e Tommen conversam, e ele dá a entender que ela seria mais feliz em Casterly Rock, já que não gosta de King's Landing. Cersei vai ao encontro de Margaery, que está contando a muitas mulheres da sua noite com o rei ("Quatro vezes são suficientes", bem explícito). Chama Cersei de mãe e esta a abraça. Ela não esconde como passou a noite com o rei, e ainda brinca que não poderia esperar nada mais de um "meio veado e meio leão". Pergunta, de maneira não tão sutil, se deve chamar Cersei de Rainha-Mãe ou Rainha-Viúva, que logo virará Rainha-Avó a julgar pelo entusiasmo do rei. Esta é sua forma de colocá-la no devido lugar, ao menos, é como Margaery enxerga.


Theon Greyjoy aparece observando corpos serem devorados por corvo, e alguns dependurados no portão. Numa conversa entre Roose Bolton e seu filho, ficamos sabendo que o último foi coletar impostos de Lorde Theryn (?), que se recusou por não reconhecê-los como donos do Norte, então ele os esfolou juntos e vivos (o lorde, sua esposa e irmão) na frente do filho, que resolveu pagar os impostos. Theon aparece servindo comida aos dois, e Roose não está nada contente com a atitude do filho, já que o pacto era com Tywin Lannister e este está morto, então não podem correr o risco dos lordes menores do Norte se rebelarem. Sugere fortemente que Ramsay se case e diz já ter achado a moça certa para solidificar a soberania deles no Norte.


Sansa e Mindinho estão no Fosso Cailyn, que lhe informa que ela se casará com Ramsay Bolton, ao que ela se rebela, logicamente, já que Roose foi o responsável pela morte da mãe e do irmão no Casamento Vermelho. Porém, parece ser um casamento de conveniência não só para os Bolton, mas Mindinho diz que seria a chance de Sansa vingar-se, sem ser somente espectadora da tragédia como vem sendo desde a morte de Ned, seu pai. Mindinho fica contente de manipulá-la de forma tão fácil, mas sequer imagina que, ao longe, está sendo observado por duas pessoas: Podrick e Brienne.


Brienne diz que treinará Pod duas vezes ao dia e também conta como conheceu Renly Baratheon e porque tinha tamanha devoção a ele, que a "salvou" em uma festa. Jura que algum dia se vingará de Stannis, que matou o irmão, ela tem certeza.


Stannis cobra uma resposta de Jon Snow, novo Senhor Comandante, sobre sua oferta de lhe dar o Norte e o nome de Jon Stark, proposta esta que ele recusa, dizendo que jurou dar sua vida à Guarda da Noite. Stannis aconselha-o a enviar Thorne para outro lugar, pois Jon está cheio de inimigos em Castle Black.


Arya Stark livra-se de seus pertences, jogando-os ao mar. Porém, quando chega a vez de sua espada Agulha, ela chora e não consegue. Decide enterrá-la então no meio de pedras. Jaqen a leva para ajudar na limpeza de um corpo. Sansa chega a Winterfell e me absterei de mencionar quanto isso difere do livro... Só espero que eu não seja vítima de spoilers da série com relação aos livros ainda não publicados.     


Jon Snow decapita Lorde Janos por recusar-se a seguir uma ordem sua, mesmo após ele pedir perdão. Os Pardais pegam o Septão Superior no bordel de Mindinho e o fazem andar nu pelas ruas, apanhando e ouvindo as pessoas chamarem-no de pecador. Ele vai reclamar para Cersei e seus conselheiros, pede a execução do Alto Pardal, mas ao invés disso, é ele quem vai parar nas masmorras. Cersei decide procurar o tal Alto Pardal para dizer-lhe que o Septão já foi castigado por seu pecado. Ela pede para Qyburn enviar uma mensagem urgente para Mindinho e vemos que Qyburn ainda mantém Montanha sob os efeitos de suas experiências, algemado e debaixo de uma coberta.


Roose e Lorde Baelish conversam sobre a nova aliança, permeados de desconfiança mútua. Tyrion está entediado e resmunga sobre ter que ficar preso dentro da carruagem em rumo a Volantis e Meereen. Após tanta teimosia, Tyrion consegue finalmente deixar a carruagem, contra a vontade de Varys. Não foi uma decisão acertada, com certeza. Eles entram em um bordel e Tyrion vai conversar com uma prostituta. Nisso, por não conseguir ir às vias de fato, fica chocado e decide ir fazer xixi. É então que alguém vai atrás dele e o captura: Jorah Mormont. O levará à rainha, seguramente para conseguir seu perdão pela traição.  
    
Este episódio teve, com certeza, o destino de Sansa em jogo, focando nela. As mortes ocorreram como é normal.

Por Dentro do Episódio:



Próximo Episódio: The Sons of the Harpy




Postado por


Nenhum comentário :

Postar um comentário