.
Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

domingo, 17 de maio de 2015

RESENHA #4: GAME OF THRONES 5X4: THE SONS OF THE HARPY



















Olá, historiadores!

Trazemos o que aconteceu no 4º episódio dessa série super badalada! Sei que estou um tiquinho atrasada, mas só agora consegui tempo para me concentrar de fato na minha série favorita de todos os tempos.

Lembrando que contém SPOILERS para quem ainda não assistiu.


 O 4º episódio de GoT inicia-se com Jorah Mormont matando um barqueiro e jogando Tyrion de qualquer forma lá dentro. Jaime Lannister está passando pela região de Tarth, as Ilhas Safira, e com certeza deve ter se lembrado de Brienne. Ele conversa com Bronn sobre o fato de estarem em um navio mercante, ao invés de em um da frota dos Lannister e também sobre a motivação de ir a Dorne, para resgatar sua "sobrinha".


Cersei arma uma emboscada para Lorde Tyrell, enviando-o para ir ao Banco de Ferro, como Mestre da Moeda, acompanhado de Sir Meryn. A intenção obviamente é eliminá-lo, o que Meistre Pycelle nota ao mencionar que o Pequeno Conselho está ficando cada vez menor, ao que ela responde: "Mas não o suficiente", em uma alusão de que ele também está em demasia no Conselho.


A Rainha-Mãe ainda aparece encontrando com o Alto Pardal  oferecendo armamento para os religiosos defenderem o povo. Claramente as intenções dela são criar ainda mais confusão e rebeliões, pois como eles são radicais, começam a destruir tudo com o que não concordam, como bebidas e prostíbulos, e a matar gente. Além disso, desde o princípio ela quer eliminar Loras, já que ele é um "pervertido" por ser gay. Mas Cersei descobrirá que isso pode ser uma faca de dois gumes, mais para a frente.

Margaery entra para reclamar com Tommen o fato de seu irmão estar numa cela, e ele vai ao encontro da mãe, dizendo que ela armou a Fé Militante. Ela tenta confundi-lo, dizendo que realmente Margaery tem razão de criticar, pois não se pode deixar fanáticos prenderem o irmão da Rainha, não importando suas perversões. Joga nas costas do filho a responsabilidade de conversar com o Alto Pardal para libertar o cunhado, já que é ele o Rei. Chegando lá, Tommen é impedido de subir e chamado de bastardo, cheio de pecados e outros nomes, pela multidão. Acaba se virando e indo embora. Fica clara a imaturidade do novo Rei.


Stannis aparece conversando com sua esposa e depois com a Mulher Vermelha. Jon Snow aparece assinando pergaminhos para serem enviados aos senhores de terras, solicitando mais homens à Guarda da Noite, é obrigado por seu cargo a solicitar ajuda ao traidor Roose Bolton. Logo em seguida, entra a Mulher Vermelha para falar com Jon e pede para que venha a Winterfell com eles, pois conhece o castelo como ninguém. Ao que ele responde que agora Castle Black é sua casa e ele não participa das Guerras dos Sete Reinos, ao que ela responde que só existe uma guerra, e é da vida contra a morte. Ela se oferece para ele, ao que ele resiste bravamente, dizendo que não pode e ainda ama Ygritte. E ela cita para ele a tão famosa frase "Você não sabe de nada, Jon Snow".


A princesa Shireen conversa com seu pai, o Rei Stannis, e pergunta se ele sente vergonha dela. Ele explica que, quando ela nasceu, um comerciante trouxe uma boneca que acabou lhe passando escamagris, e ele fez de tudo para salvá-la, não afastando-a do seu lado, como lhe foi sugerido. Mostra assim, que a ama incondicionalmente e mostra aos telespectadores um outro lado dele, até então escondido.


Sansa e Petyr conversam em frente ao túmulo de Lyanna, sua tia. Falam sobre a época em que ela era prometida de Robert e como foi tomada pelo filho do Rei Louco. Depois Mindinho informa que irá para King's Landing e a deixará só, mas que ela pode confiar que logo Stannis livrará Winterfell dos Bolton ou então ela conseguirá manipulá-los, pois aprendeu com o melhor. Ele se despede, deixando um beijo suave em seus lábios.



Jaime Lannister acorda com Bronn atirando uma faca bem a seu lado, mas foi contra uma cobra, que serviu de comida para ambos. Eles acabam matando 4 guardas dornenses. As Serpentes da Areia aparecem conversando com Ellaria Sand e mostram um prisioneiro rodeado por escorpiões. É o capitão do navio que levou Jaime Lannister até Dorne. Ele acaba sendo morto, e todas decidem que, se Doran não vai ajudar, elas começarão uma guerra.


Tyrion consegue ter sua mordaça tirada por Jorah, mas como não para de falar (coisas que fazem muito sentido, como costumeiro), Jorah lhe dá um tabefe na cara. Daenerys conversa sobre seu irmão Rhaegar com Barristan Selmy. Logo após, vemos um ataque de Filhos da Harpia ao povo e, quando os Imaculados correm para atacá-los, caem numa emboscada. Barristan, que está andando nas ruas, percebe tudo e vai em socorro. Mas como são numerosos, os Filhos acabam todos eliminados, não sem antes deixar Barristan e Verme Cinzento extremamente feridos (ou mortos).




Este episódio teve uma leve "disputa" por espaço entre as duas Rainhas: Cersei e Daenerys. Mas, pelo desfecho, acredito que Danny ganhou.

Por Dentro do Episódio:


Próximo Episódio: Kill The Boy



Postado por




Nenhum comentário :

Postar um comentário