.
Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

quinta-feira, 18 de junho de 2015

RESENHA #8: GAME OF THRONES 5X8: HARDHOME


















Olá, historiadores!

Confiram o que ocorreu no 8º episódio da série.

Lembrando que contém SPOILERS para quem ainda não assistiu.



Sir Jorah e Tyrion estão em frente a Daenerys. Ela não permite que Jorah fale, somente deixa Tyrion, que quer servir como seu conselheiro, como alguém que conhece Westeros. Ela aceita o primeiro conselho e, ao invés de matar Jorah, manda que o retirem da cidade. Já fora, é possível ver que o escamagris segue avançando em seu pulso.


Cersei está presa na cela e leva alguns tapas de uma religiosa, que o tempo todo fica falando “Confesse”. Arya está se passando por outra pessoa, Alana. Ela vende ostras nas docas e acaba conhecendo um apostador desonesto, que aposta que os navios chegarão ao seu destino. Os capitães pagam, temerosos de não chegarem e teoricamente esse dinheiro deveria ir para suas mulheres e filhos, mas ganhando ou perdendo a aposta, ele sempre fica com o dinheiro. Sem recursos, essas pessoas acabam indo buscar a solução na Casa do Preto e Branco. Então, Jaqen pede que Arya conheça o local e o homem o máximo que puder e lhe entrega um vidrinho com o líquido da fonte. A ordem está clara: eliminar o apostador.

Qyburn vai visitar Cersei nas celas e diz que ela será acusada de adultério, traição, incesto e assassinato do Rei Robert. Diz que Jaime ainda não regressou e Tommen não aceitou bem mais esse golpe e não sai de seu quarto nem come. Qyburn aconselha-a a confessar, mas ela se nega.


Sansa pergunta a Theon (Podre) o porquê dele ter contado a Ramsay seu plano, e ele diz que a salvou, contando o que ocorreu consigo quando tentou fugir. Ela diz que faria o mesmo com ele, e começa a despejar tudo que ele fez para sua família. Acaba confessando que os dois garotos que matou não eram Rickon e Bran. Ramsay não concorda em esperar dentro de Winterfell enquanto Stannis e seu exército morrem. Pede 20 bons homens e decide por um ataque surpresa.


Daenerys decide aceitar Tyrion como seu conselheiro. Diz uma das frases mais impactantes desta temporada: “Lannister, Targaryen, Baratheon, Stark, Tyrell, todos são apenas raios de uma roda. Um está no topo e depois outro está no topo e assim por diante, enquanto ela gira esmagando os que estão no chão. (...) Eu não vou parar a roda, eu vou quebrar a roda”. Jorah volta ao homem que o havia comprado e pede a oportunidade de lutar na Grande Arena, e em troca, ao invés de o homem livre que é, pertencerá novamente ao escravagista.

Cersei está com sede, todavia não confessa nada. A religiosa se cansa das ameaças da Rainha e joga toda a água no chão e Cersei se agacha, tomando-a assim mesmo. Oly entra no quarto para falar com Sam sobre sua oposição ao resgate dos selvagens, e Sam defende a decisão de Jon.



Thormund e Jon chegam a seu destino e o selvagem é obrigado a matar o Lorde dos Ossos para conseguir tentar uma reunião com os anciãos. Jon consegue, com a ajuda de Thormund, convencer quase todos, exceto os Thenn. Os barcos começam a levar os selvagens, mas são poucos os que tem a oportunidade de ir. Desce uma névoa ou um gelo repentinamente e o líder Thenn ordena que o portão seja fechado. Ouvem-se gritos e quando ele espia, enxerga um vagante branco. Eles começam a destruir os portões. Os momentos a seguir são uma confusão só. Gente tentando fugir, se jogando nas águas, morrendo...Aliás, não dá pra saber quem é vagante e quem é selvagem. Jon e Thormund correm para contê-los no portão, mas eles já estão invadindo pelos telhados também.



Os dois, mais o líder dos Thenn, decidem juntar forças para ir em busca do vidro de dragão que os Corvos trouxeram quando vieram. Eles entram no aposento, mas do lado oposto entra um caminhante branco, aparentemente um líder, e mata o Thenn. Jon Snow é ferido, mas consegue matar o caminhante branco com sua espada de aço valiriano. A guerreira, uma das “anciãs” da reunião, está conseguindo “matar” muitos inimigos, mas quando vê crianças que foram transformadas em caminhantes, provavelmente lembra de suas filhas que embarcou alguns minutos atrás, não tem coragem de atacá-los e é massacrada. Cena triste, muito triste.


É liberada uma avalanche de caminhantes brancos. Enquanto isso, alguns líderes deles ficam observando em cima de seus cavalos, também mortos. Jon, Thormund e outro Corvo conseguem fugir para um barco. O gigante fica para trás por pouco tempo, mas consegue ir andando pela água em direção ao navio. O líder do cavalo vem caminhando e “ressuscita” todos os selvagens mortos, transformando-os em soldados para seu exército. Close na guerreira “anciã” e depois no barco se distanciando dos caminhantes.




Foi muita emoção nesse episódio! Nossa, não consegui desgrudar os olhos da tela, mesmo com medo na hora dos Caminhantes. Ao final, Jon não consegue salvar muitos selvagens, não sei se valeu a empreitada. Talvez só por ser algumas pessoas a menos como caminhantes e por descobrir que o aço valiriano também serve como arma contra esses inimigos.


Por Dentro do Episódio:  



Próximo Episódio: The Dance of Dragons



Postado por 




Nenhum comentário :

Postar um comentário