.
Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

sábado, 25 de julho de 2015

RESENHA #11: DEMOLIDOR 1X1: NO CÍRCULO


Olá, historiadores!

Já havia um tempo que eu queria ver esta série da Marvel exibida na Netflix. As críticas positivas criaram uma expectativa grande, além do que, eu sempre fui fã de super-heróis e da Marvel.
Para minha surpresa, a série (até o momento), é melhor do que eu esperava.
Os episódios tem uma duração média de 52 minutos, com versões legendadas ou dubladas, e classificação 18 anos.

Uma breve apresentação do personagem Demolidor como é nos HQs da Marvel, de onde saiu:
Ele é um super-herói que perdeu sua visão, mas com isso teve uma grande ampliação de seus outros sentidos. Ele se guia principalmente pela audição como se fosse um radar, ele pode ouvir as batidas do coração e sentir se dizem a verdade, sente cheiros a grandes distâncias, e desenvolveu reflexos e equilíbrio com um tato perfeito, além disso, ele é treinado em lutas marciais. Em sua identidade civil ele atua como advogado criminal. Fazendo justiça de dia, como Matthew Murdock e de noite como o Demolidor, o homem sem medo.



Vamos ao 1º episódio da série, com o título: NO CÍRCULO. 

Lembrando que contém SPOILERS para quem ainda não assistiu.

Somos introduzidos na série com um breve flashback do acidente que ocasionou a cegueira no Matt ainda criança, em que um produto químico cai sobre seus olhos. Logo após, já estamos na Nova York contemporânea, no atual bairro da Cozinha do Inferno, em meio à violência e criminalidade que trazem o tom sombrio e sóbrio da série. Matt está em uma igreja onde se confessa com o padre pelos pecados que pretende cometer. O personagem é um tanto religioso, o que traz um aspecto curioso já que o uniforme será baseado na imagem de um diabo.
Na sequência temos o nosso herói em ação, com cenas muito bem feitas de luta usando ainda um traje negro improvisado, ele salva um grupo de garotas de seu cativeiro e com isso já somos apresentados a uma das facções criminosas de Nova York.











Mas para mim, a sua maior atuação é no papel de advogado criminal, fugindo do simples e normal herói de ação. Ele abre um escritório de advocacia com seu sócio Fogg Nelson, e conhecem como primeira cliente a Karen Page, uma jovem que é acusada de homicídio. Mas a trama fica mais complexa ao se descobrir que foi um homicídio arranjado para incriminá-la e encobrir o envolvimento de uma grande empresa com golpes ilícitos. Essa jovem é uma testemunha indesejada e alvo desta organização criminosa. Cabe a Matt protegê-la e ao mesmo tempo, inocentá-la.












A princípio devido ao medo, Page esconde algumas informações do Matt como um pendrive escondido em sua casa com todas informações que acusam essa empresa. Ela decide ir sozinha buscá-lo em sua casa, e o Matt, ou melhor, o Demolidor, a segue e, chegando lá, a protege de um capanga. Em mais uma sequência ótima de luta, ele derrota o capanga e recupera o pendrive, assim divulgam as provas que inocentam a Page. No fim como gratidão, Page passa a integrar o escritório de advocacia trabalhando como secretária, tornando-se aparentemente uma personagem fixa.


Assim fomos apresentados ao mundo do Demolidor, onde o herói não é alguém glorioso e poderoso, mas que age na realidade dura e cruel das ruas. Seja como justiceiro ou advogado. Sua motivação é solucionar as injustiças locais. Foi uma estreia empolgante e surpreendente. Não é uma simples série de super-herói, a trama tem profundidade, com elementos policiais, e violência além de cenas de ação, claro.


Trarei mais episódios em breve para discutirmos juntos sobre esta obra. Mas se quiser um gostinho ou se ainda está em dúvidas sobre acompanhar a série, dê uma conferida no trailer abaixo:



Postado por



2 comentários :

  1. Terminei de ver hoje, tenho que dizer que a série é sem dúvidas melhor que o filme, nossa o filme deixou muito a desejar a meu ver, sabe quando você termina uma série foda e não consegue assistir outra, então to assim, até tentei assistir outras séries, mais ainda to digerindo o final de Demolidor, que tenho que falar que foi foda, a série é muito boa, do começo ao fim, quem começar a assistir não vai se decepcionar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda não terminei de assistir, mas todos que viram falam super bem... Isso só me anima ainda mais!
      A boa notícia é que terá a segunda temporada, pena que só ano que vem parece...

      Excluir