.
Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

domingo, 26 de julho de 2015

RESENHA #28: DISTOPIA, DE KATE WILLIANS - OPINIÃO DO THIAGO

Ficha Técnica

Título Original: Distopia
Autora: Kate Willians
Editora: Literata - Grupo Editorial Arwen
Ano: 2015
ISBN: -
Páginas: 243
Formato: eBook
Acabamento: -
Gênero: Ficção, Distopia, Romance, Young Adult





Sinopse

Novos padrões de convivência foram restabelecidos após a Grande Guerra ter devastado o planeta. Os países, estados e cidades foram quase que inteiramente dizimados. Os sobreviventes encontraram um novo meio de restaurar sua sociedade; dividir as pessoas com base na sua classe social. Os Governados e os Governantes. Num mundo onde o poderio militar dita as regras, será necessário muito mais do que um exército para impedir que os dois mundos eclodam. Thiago é soldado por obrigação e Governado por nascença. Laura é filha do Coronel, uma Governante. O que eles esperavam, é que viveriam um amor capaz de transcender o Regimento. A pergunta que fica é, você iria contra a sua família e a sua origem, para viver um grande amor?


Autora

Kate Willians tem 20 anos e o seu maior sonho, é encantar as pessoas com suas palavras. A literatura a salvou, e espera um dia conseguir usar a mesma fonte para salvar outras pessoas também. Espera fazer com que os jovens acreditem que sim, os livros são a melhor e maior ponte entre a fantasia e a realidade. É extremamente apaixonada pelo que faz e adora passar o tempo livre com a família e o namorado!


Opinião

A história se passa num cenário pós-guerra mundial de grande escala de destruição, o sistema político-social foi radicalmente modificado. Não existem mais países, com suas próprias leis, mercado e autonomia. Agora o planeta foi dividido em quatro regimentos: Norte, Sul, Leste e Oeste. A população que restou é organizada em duas classes distintas, os Governantes e os Governados. A maior parte da população é de Governados e vivem sob precária situação, obedecendo as rígidas leis dos Governantes, que os limitam a seguir uma profissão básica para o resto da vida.
Crianças são levadas para o regimento militar e passam por um treinamento duro e cruel, assim podem, se aptos, tornarem-se soldados do regimento. O regimento é comandado pelo seu Coronel correspondente que integra os Governantes.

Nesse ponto que se foca o livro, o treinamento e vida no regimento, e que nos é apresentado um dos protagonistas, o Thiago (belo nome, não é!? Rs), um jovem recruta. Ele é uma pessoa simples e sem grande autoconfiança a princípio, mas com forte senso de justiça e amizade, tornando-o uma pessoa confiável. A outra personagem principal é a Laura, filha do Coronel do Norte, que sempre foi mimada e protegida em excesso, mas ainda assim tem bom coração e não concorda com as injustiças impostas aos Governados.

A narração é em terceira pessoa, e temos uma alternância entre a infância dos personagens e o tempo atual (digressão). Confesso que me confundiu de início o uso dessa “ferramenta”, mas achei interessante por assim conseguirmos sentir de forma mais nítida a evolução de personalidade e envolvimento entre os dois e demais personagens.

A obra é rica em elementos, temos ação, romance, reflexões sobre o convívio social, mortes trágicas e muitas reviravoltas (muitas), e até comédia, quando os amigos do Thiago estão reunidos e descontraídos. A leitura realmente nos prende e traz muitas emoções. A escrita da Kate é muito fácil e agradável para os leitores, talvez só exija atenção nos momentos de diálogos, em certos pontos não foi indicado claramente quem dizia o que, mas não prejudicou o entendimento.

Achei o ambiente e ideia de mundo fantásticos, e justamente pela ideia criada me agradar, creio que poderia ser mais explorada, pois a história não se aprofunda em todos os níveis do cenário e fiquei com a impressão também de que as proporções físicas do mundo foram minimizadas. Talvez fosse informação demais, ou a intenção fosse mesmo focar no relacionamento mais pessoal e nos protagonistas. Mas ficamos sabendo da grande possibilidade de termos uma continuação, então ainda teremos a chance de ver mais aspectos dessa distopia maravilhosa.


Frases Marcantes

“– Posso ser um deles por fora, mas meu coração, não pertence a nenhum dos lados. Meu coração pertence à ideia de um mundo em que as leis são as mesmas para todos. A um mundo sem esse muro, sem essa divisão.”

"Ninguém sabe que terá que lutar até levar o primeiro soco."


Capa e Diagramação

A leitura foi feita em uma versão digital e anterior à revisão. Sendo assim, não há muito que possa comentar ainda.
Mas as artes gráficas de divulgação estão incríveis, a capa seguirá semelhante à imagem de divulgação abaixo.


Nota




O livro é uma cortesia da autora Kate Willians. A resenha realizada aponta pontos positivos e/ou negativos encontrados pelo autor do post no decorrer da leitura. A opinião do autor é pessoal e independente da editora e/ou autora do livro.


Lembrando que o livro já está em pré-venda. Não perca tempo e adquira o seu no site da Literata!


Postado por



Nenhum comentário :

Postar um comentário