.
Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

sábado, 22 de agosto de 2015

RESENHA #14: DEMOLIDOR 1X4: ESTÁ NO SANGUE


Boa tarde, Historiadores!

Este é o quarto episódio de Demolidor, e parece que as coisas continuam a evoluir, tanto em relação aos personagens quanto à violência.

Lembrando que contém SPOILERS para quem ainda não assistiu.


Esse episódio se inicia com um flashback de 8 anos em uma prisão na Sibéria, onde estão os irmãos russos Anatoly e Vladimir, presos e espancados. E nisso, em mais uma cena forte, eles se utilizam da costela de um preso que jaz na cela que estão para insinuar uma fuga e dizer que pretendem partir em busca de um futuro no EUA. Assim voltamos ao presente na Hell's Kitchen, e Anatoly (o mais velho dos irmãos russos) está machucado e foge do Demolidor. 
Após isso, o Matt está no apartamento de uma amiga da Claire, a enfermeira, onde ela está cuidando de um ferimento dele. Eles parecem estar mais próximos, conversam sobre ele usar alguma proteção, e esse talvez seja o gancho para ele aparecer em breve com o seu uniforme oficial.



O homem que trabalha pra Wilson Fisk, o Wesley, vai até os irmãos russos para lhes fazer uma proposta em nome do Sr. Fisk, que consiste em ajudá-lo para Wilson passar a ter um controle maior sobre seus negócios, que andam sendo prejudicados pelo mascarado de preto misterioso (que nós conhecemos bem).
Page está numa lanchonete conversando com o jornalista, Sr. Urich. Mas este parece não estar favorável a investigar e escrever a história dela sobre a empresa que, incriminada, simplesmente mudou de nome. Ela apela para o sentimento que Urich possui que o fez ter grandes reportagens contra criminosos no passado, mas aparentemente não surte efeito.



Os russos, impacientes e em busca de descobrir algo sobre o Demolidor, vão ao hospital onde o capanga, que esteve no apartamento de Claire, está em coma. Eles injetam adrenalina para tirá-lo bruscamente de seu coma. Ele acorda e conta que foi o diabo que fez aquilo, mas sussurra algo mais no ouvido deles, que parece ser mais útil. Paralelamente a tudo, Sr. Fisk resolve retornar à galeria de arte onde ele conheceu a Vanessa, funcionária de lá, e amigavelmente a convida para jantar.


Matt está com Fogg, que reclama da vida e diz poder ter sido um açougueiro, quando Matt recebe um telefonema do número de Claire, que está sendo atacada. Ele corre para lá, mas chega tarde e já a levaram, Matt ainda consegue da janela ouvi-los ao longe com Claire e comentarem o nome do vizinho e amigo dela.
Page está num leilão das propriedades antigas da Union Allied, empresa que ela investiga e quer denunciar. É surpreendida pelo jornalista Urich que aparece. Depois então, eles conversam de novo e dessa vez o Sr. Urich parece disposto a investigar a história, aconselhando-a a se proteger e assinar o acordo que o advogado da Union Allied tinha lhe oferecido.
No apartamento antigo de Claire, Matt encontra o vizinho, que machucado lhe dá informações de onde pode achar os homens que a levaram.


Vemos Sr. Fisk tendo um agradável jantar com a Vanessa, eles parecem se entender bem e o Fisk explica o quanto se importa com a Hell's Kitchen. Enquanto isso, em uma oficina qualquer, espancam Claire para lhes dizer quem é o homem mascarado de preto. Nisso as luzes se apagam, o Demolidor liquida com todos os capangas, tirando vantagem da escuridão como aliada e salva a moça. Depois chegam os irmãos russos e se deparam com a cena de seus empregados espancados. Anatoly decide que deve procurar e aceitar a proposta de Fisk, mas ao fazer isso, ele inoportunamente interrompe o jantar de Fisk com Vanessa, que parece se assustar com a situação.



Matt está com Claire, dessa vez em seu apartamento, e é ele quem cuida das feridas dela. Dessa vez, ele lhe conta seu verdadeiro nome. Fisk leva Vanessa em casa, e ela parece relutante com que se reencontrem e desconversa. Nisso Anatoly está no carro com Wesley, e param de repente onde o Sr. Fisk já os esperava. Fisk, insatisfeito pela interrupção no jantar, espanca e mata Anatoly, protagonizando uma cena bem violenta, na qual ele decapita o homem de uma forma sanguinolenta e furiosa (mais uma vez, deixo os detalhes ocultos). Nisso temos uma amostra do que o Sr. Fisk é capaz pessoalmente.





Postado por


Nenhum comentário :

Postar um comentário