.
Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

domingo, 2 de agosto de 2015

RESENHA #29: SIMPLESMENTE ANA, DE MARINA CARVALHO

Ficha Técnica

Título Nacional: Simplesmente Ana (Skoob)
Série: Simplesmente Ana – Livro 1
Autora: Marina Carvalho
Editora: Novas Páginas - Novo Conceito
Ano: 2013
ISBN: 9788581631554
Páginas: 304
Formato: 16,5 X 24,3 cm
Acabamento: Brochura
Gênero: Ficção, Romance





Sinopse

Imagine que você descobre que seu pai é um rei. Isso mesmo, um rei de verdade em um país no sudeste da Europa. E o rei quer levá-la com ele para assumir seu verdadeiro lugar de herdeira e futura rainha…
Foi o que aconteceu com Ana. Pega de surpresa pela informação de sua origem real, Ana agora vai ter que decidir entre ficar no Brasil ou mudar-se para Krósvia e viver em um país distante tendo como companhia somente o pai, os criados e o insuportável Alex.
Mudar-se para Krósvia pode ser tentador — deve ser ótimo viver em um lugar como aquele e, quem sabe, vir a tornar-se rainha —, mas ela sabe que não pode contar com o pai o tempo todo, afinal ele é um rei bastante ocupado. E sabe também que Alex, o rapaz que é praticamente seu tutor em Krósvia, não fará nenhuma gentileza para que ela se sinta melhor naquele país estrangeiro.
A não ser… A não ser que Alex não seja esta pessoa tão irascível e que príncipes encantados existam.
Simplesmente Ana é assim: um livro divertido, capaz de nos fazer sonhar, mas que — ao mesmo tempo — nos lembra das provas que temos que passar para chegar à vida adulta.


Book Trailer



Leia um Trecho



Autora

Marina Carvalho é professora, jornalista e mãe. Passa os dias diante de um objeto plano e retangular, seja o quadro negro da escola onde trabalha ou a tela do computador. Escrever é uma de suas maiores alegrias.
Sempre foi uma ávida leitora. Está sempre com um livro debaixo do braço e outro na cabeceira da cama: eles são seus companheiros de todas as horas. Quando criança devorava as revistinhas da Turma da Mônica.

Formou-se em Jornalismo pela PUC-Minas e exerceu o cargo de assessora de comunicação. Hoje é professora de Língua Portuguesa e Literatura, não à toa, já que morre de amores pelas palavras. Simplesmente Ana é seu livro de estreia.


Opinião

Esta foi minha primeira experiência com a escrita de Marina Carvalho. Tenho meu exemplar autografado, e os outros dois da trilogia estão aguardando pela minha leitura.

Ana é uma garota aparentemente comum, mas que um dia recebe uma mensagem de um desconhecido, dizendo que provavelmente é seu pai. Só que seu pai não é um homem qualquer. Ele é o rei Andrej, da Krósvia. E então, ela se vê no dilema de ir ou não com seu pai conhecer esse país.

É claro que ela acaba indo, convencida pelos amigos e familiares. Lá, ela conhece muitas pessoas de quem gosta, e duas com quem não simpatiza: Alex, enteado de seu pai, e sua namorada, para a qual ela cria um apelido inusitado.

Ana diz não querer ser princesa e faz de tudo para nos convencer de que não é exatamente fútil, mas na primeira oportunidade, sai para fazer compras loucamente. Ela não obtém êxito em nos fazer acreditar que é simplória. Possui características mistas, eu diria, de simplicidade e chiqueza. Não quero, com isso, fazer uma crítica, pois acho que se a situação fosse real e ocorresse comigo, eu me comportaria de forma similar.

Alex, o “vilão” que depois vira mocinho, sabe conquistar nossos corações, ao menos pela forma como Ana o descreve, já que é um romance em primeira pessoa. Ele não me pareceu tão carismático ou mesmo um homem decidido a princípio, mas mesmo assim, conseguiu me fisgar.

A escrita de Marina é boa e flui naturalmente. Ela tenta explorar a situação com certo humor e consegue tirar alguns sorrisos de nossos lábios. Eu mesma li rapidamente este livro, e só não o recomendo tão fortemente porque achei a situação toda um pouco forçada demais, meio água com açúcar, e a “heroína” não tem nada de tão especial assim, conseguindo seus objetivos de forma fácil.

De qualquer forma, pretendo prosseguir com a série e descobrir o que me espera nos próximos volumes.


Frases Marcantes

“Sou louca por livros! Já deixei de ir a muitas festas só para não perder o fio da meada de uma história.”

“Ficar sentada a dez palmos do chão numa máquina em movimento acelerado não é a imagem da diversão para mim”

“Minha mãe sempre me avisou que homens não gostam de mulher grudenta. É diretamente proporcional: quanto mais elas agarram, mais eles se afastam.”

“Constatei que somos seres muito ingratos. A maioria dos seres humanos comem bem e com fartura e são incapazes de agradecer por isso.”


Capa e Diagramação


A capa é bonita, especialmente o título, que é envernizado, assim como o nome da autora. Os capítulos iniciam sempre numa nova página, com o número correspondente e o título do capítulo. As páginas, que são amareladas, têm na parte superior o nome da autora (páginas à esquerda) e o nome do livro (páginas à direita), um detalhe que deu um charme a mais. Possui orelhas.
As letras têm um bom tamanho, o espaçamento é bom e a numeração das páginas é no centro, na parte inferior. Há alguns erros de digitação/revisão, mas que não chegam a prejudicar a leitura.


Nota



Onde Comprar



O livro faz parte de nosso acervo pessoal. A resenha realizada aponta pontos positivos e/ou negativos encontrados pelo autor do post no decorrer da leitura. A opinião do autor é pessoal e independente da editora e/ou autora do livro.


Postado por




Nenhum comentário :

Postar um comentário