.
Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

RESENHA #31: DIVERGENTE, DE VERONICA ROTH

Ficha Técnica

Título Nacional: Divergente (Skoob)
Título Original: Divergent (Goodreads)
Série: Divergente – Livro 1
Autora: Veronica Roth
Editora: Rocco Jovens Leitores
Ano: 2012
ISBN: 9788579801310
Páginas: 502
Formato: 14,0 X 21,8 cm
Acabamento: Brochura
Gênero: Ficção, Distopia, Ação




Sinopse

Nesta versão futurista da cidade de Chicago, a sociedade se divide em cinco facções dedicadas ao
cultivo de uma virtude – a Abnegação, a Amizade, a Audácia, a Franqueza e a Erudição. Aos dezesseis anos, numa grande cerimônia de iniciação, os jovens são submetidos a um teste de aptidão e devem escolher a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas. Para Beatrice, a difícil decisão é entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é – não pode ter os dois. Então, faz uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma.
Durante a iniciação altamente competitiva que se segue, Beatrice muda seu nome para Tris e se esforça para decidir quem são realmente seus amigos – e onde se encaixa na sua nova vida um romance com um rapaz fascinante, porém perturbador. Mas Tris também tem um segredo, que mantém escondido de todos, pois poderia significar sua morte. Ao descobrir um conflito crescente que ameaça destruir sua sociedade aparentemente perfeita, ela também aprende que seu segredo pode ajudá-la a salvar aquele que ama... ou destruí-la.
A autora estreante Veronica Roth explodiu na cena literária com o primeiro livro da série DIVERGENTE – uma distopia cheia de decisões eletrizantes, traições devastadoras, consequências espetaculares e um romance inesperado.

Book Trailer



Leia um Trecho



Autora

Veronica Roth é uma autora de sucesso internacional. Divergente, o primeiro título desta trilogia, alcançou o primeiro lugar dos mais vendidos do New York Times. Atualmente, ela mora em Chicago, nos Estados Unidos, com seu marido.




Opinião

Mais um livro que virou super moda, com filmes e tudo mais, e eu não sabia praticamente nada sobre ele. Apesar de já terem soltado spoiler sobre o final da trilogia, o que me deixou com falta de entusiasmo para ler. Porém, curti muito a leitura, tanto que consegui ler em 2 dias. Mas vamos voltar ao começo.

Beatrice, que posteriormente se chamará Tris, é uma garota bem comum, e é da facção Abnegação. Existem outras 4 facções na Chicago futurística: Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição. Com 16 anos, todos os adolescentes são obrigados a escolher uma facção para a vida toda, e com isso, ou ficarão com suas famílias ou provavelmente nem os verão mais.

Beatrice fica numa dúvida cruel (mas nada angustiante, apesar de ser uma narrativa em 1ª pessoa), até que se decide, na última hora, e sua escolha muda a vida de todos a seu redor. Falar mais do que isso, seria um baita spoiler, e eu sou contra. Mas preciso dizer que gostei demais do Quatro (mas já me disseram que mudarei de opinião em algum momento) e me decepcionei bastante com o Albert, que numa situação toma uma atitude muito baixa. Muitos me falaram que a Tris é odiável, mas por enquanto, consegui tolerar bem o caráter dela. 

A escrita da Veronica é viciante! Tem muita ação, a Tris passa por poucas e boas (em alguns momentos, chega a ser bem triste) e, claro, uma pitada de romance. Nada tão avassalador, por enquanto, mas promete! Recomendo muito o livro, tanto para quem já viu o filme ou não. Eu estou bem empolgada para ler o próximo da série.


Frases Marcantes

“Os costumes das facções ditam até como devemos nos comportar nos momentos de inatividade e estão acima das preferências individuais.”

“A razão humana é capaz de justificar qualquer mal; é por isso que não devemos depender dela.”

“Acredito nos atos simples de bravura, na coragem que leva uma pessoa a se levantar em defesa de outra.”

“Por que as pessoas cismam em fingir que a morte é um tipo de sono? Não é. Não é.”


Capa e Diagramação



A capa é bonita e o nome do livro e da autora vem em alto relevo. Os capítulos sempre se iniciam em uma nova página, que são amareladas. Possui orelhas.
As letras têm um bom tamanho, o espaçamento é bom e a numeração das páginas é no canto inferior externo. Há poucos erros de digitação/revisão que não prejudicam a leitura.


Nota



Onde Comprar



O livro faz parte de nosso acervo pessoal. A resenha realizada aponta pontos positivos e/ou negativos encontrados pelo autor do post no decorrer da leitura. A opinião do autor é pessoal e independente da editora e/ou autora do livro.



Postado por


2 comentários :

  1. Oi Amanda!
    Eu adoooro Divergente! Por enquanto foi o único da trilogia que li, e tbm n achei a Tris irritante. A escrita da Verônica é estremamente viciante! Ah, tbm já estou sabendo do spoiler no final, ngm merece kk
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carol!
      Obrigada pela visita!
      Pois é, eu me surpreendi. Tudo bem que não tenho a comparação de Jogos Vorazes, que dizem ser muito similar, mas até o momento, me agradou.
      Ninguém merece spoiler. Quando a pessoa fosse falar, deveria aparecer um botão de mute! Rs.
      Beijos.

      Excluir