.
Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

MELHORES LIVROS DE 2015

Bom dia, Historiadores!!

Hoje é o último dia de 2015, e fiquei pensando e analisando se faria ou não um Melhores Livros de 2015. Apesar de não ser tão difícil assim para mim selecionar, não consegui colocar em um TOP 5 ou TOP 10. Porém, mudei de ideia quando vi tantos blogueiros postando e por admitir que se trata de uma oportunidade para vocês, caso tenham perdido alguma postagem, poderem conhecer essas lindas histórias.

Então, aí vamos nós!


Fúria Vermelha
Último favoritado do ano, Fúria Vermelha me surpreendeu positivamente, pois a leitura é viciante, e a mistura de distopia com ficção científica deu super certo. O foco, ao contrário de muitas distopias que vemos por aí, não é um romance, mas sim o objetivo do personagem principal, Darrow, que em nenhum momento, mesmo nos mais dificultosos, não se deixa perder de suas motivações. Além disso, li com muito carinho, já que foi uma cortesia inesperada e super bem-vinda da Globo Livros e virará filme em breve! Resenha AQUI.




O Lago Negro
Foi o primeiro livro que li em que a protagonista tem um distúrbio psicológico (ou talvez não, só lendo para saber). Mistura muito bem problemas de ordem prática, como as relações familiares, com fantasia. Além disso, apresenta um livro dentro do próprio livro, então são duas histórias em uma, mas que convergem para o mesmo ponto. A autora realmente tem muito talento e estou ansiosa pelos próximos volumes. Ah, e é nacional!! Resenha AQUI.




Prodigy
Prodigy é o segundo volume da trilogia Legend. Eu gostei bastante do primeiro livro, mas sem dúvida alguma este volume é infinitamente melhor. Ele conseguiu mexer com meus sentimentos a ponto de eu chorar, algo difícil de ocorrer. Os personagens amadureceram  e novos desafios surgiram, e o livro nos faz questionar se, de fato, existe um lado que é o certo, o dono da verdade, ou se todos buscam somente o poder, cada qual a sua maneira. Resenha AQUI.




Sombras do Medo
Camila Pelegrini é uma autora super fofa e sensível, e ela deixa isso transparecer em seus livros. Li a versão antiga, que agora será relançada pela Arwen. Confesso que eu não esperava tantos sentimentos e questionamentos em um livro de 200 páginas. O livro é uma distopia com fantasia, e retrata as consequências da mesquinhez de alguns líderes para com a pouca população ainda sobrevivente. Não bastasse isso, eventos anormais passam a acontecer e muitas pessoas desaparecem, transformando tudo em um caos ainda maior. Em meio a esses desastres, Anabele é uma chama de amor e esperança. Resenha AQUI.

  
Sombra e Ossos
Este ano fiz a boa escolha de finalmente começar esta trilogia, que já tinha há algum tempo, e cuja capa é lindíssima! E qual não foi minha surpresa quando soube que a autora viria para o Brasil?! É óbvio que eu não poderia perder! Mas, falando do livro, ele é baseado em mitologia russa. Alina é uma órfã e seu melhor amigo no orfanato é Maly. Juntos eles crescem e acabam trabalhando para o regimento militar, em funções diferentes. Quando têm que atravessar a Dobra das Sombras, bichos chamados volcras atacam o “barco” em que estão e, para proteger o amigo, Alina libera um poder que não sabia possuir. A partir daí, ela é levada ao Darkling e será treinada para se tornar uma Grisha. Desafio: D-U-V-I-D-O quem ler não se apaixonar pelo Darkling, aquele malvadão maravilhoso! Resenha AQUI.

  
A Seleção
Neste ano, resolvi dar atenção às “modinhas”, especialmente distopias, e confesso que não me arrependi nem um pouco. Imagino que para muitos este livro dispense apresentações, mas para quem não conhece, America Singer é uma jovem que se vê obrigada a preencher um formulário, assim participando da seleção para concorrer ao coração do príncipe Maxon. Ela não só não quer, como já é apaixonada por Aspen, um moço de uma casta bastante inferior. Mas o livro não é só sobre realeza e retrata muito as injustiças sociais, a competitividade e as mudanças que os sentimentos trazem para uma adolescente. Resenha AQUI.


No Mundo da Luna
Luna é uma moça recém formada em Jornalismo e aceitou trabalhar para seu ídolo, Dante Montini, na revista Fatos&Furos. Só que ela é uma secretária e o odeia por isso. Até que surge a oportunidade de escrever a coluna de horóscopos, e ela recorre ao tarô, seguindo sua ascendência cigana. É aí que a confusão e as cenas engraçadas têm início de verdade. Luna é uma atrapalhada e Dante, um nerd meio irritadiço demais. Essa mistura só poderia causar explosões! Quem leu, sabe: é impossível de largar! Resenha AQUI.



Um Motim no Tempo
Este livro traz o conhecido autor de “Maze Runner” no primeiro volume da série Infinity Ring. Dak é um menino apaixonado por História, daqueles que chegam a ser irritantes. Sera, sua melhor amiga, é uma cientista mirim. Juntos, eles descobrirão o Anel do Infinito, que possibilita a viagem no tempo. Mas este é só o começo da jornada e sua primeira missão é salvar Cristóvão Colombo. Com uma escrita instigante e inteligente, prenderá todo o tipo de público. Resenha AQUI.





Quase chegaram lá...

Os próximos livros quase entraram nos melhores e obtiveram nota 5,0 de 5,0 aqui no blog, mas não foram favoritados, por diversos motivos explicados nas resenhas. Portanto, deixo as indicações:





A Promessa da Rosa – Resenha AQUI
A Última Carta – Resenha AQUI
Como Falar com um Viúvo – Resenha AQUI


Bem, e que 2016 traga tantos (ou mais) livros maravilhosos quanto esses! Um ótimo início de anos para todos!

Beijos.


Postado por



2 comentários :

  1. Não dá para te explicar a alegria, emoção e honra de ver o Sombras nessa lista maravilhosa!
    Obrigada por deixar que a gente faça parte dela, Amanda <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Camila, só fui justa na minha escolha, e Sombras não poderia faltar nesta lista!
      Muito sucesso para você, que além de ótima escritora, é uma ótima pessoa.
      Beijos.

      Excluir