.
Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

TEMA #6: CULTURAÇÃO - DEZEMBRO


Boa noite, Historiadores!

Estive ausente na postagem do mês de novembro, porém neste mês, eu não poderia deixar passar em branco. Quero fechar o ano com chave de ouro, então lá vamos nós com mais um tema do Projeto Culturação (caso não conheça, veja aqui do que se trata).

Foram dois os temas propostos, e decidi pelo da Letícia Magalhães, do blog Diário de uma quase Escritora:


Que tal falar (ou mesmo fotografar) os livros que ganhamos de presente e têm um significado especial para nós? Qual o primeiro livro que ganhamos? O livro de que mais gostávamos na infância? O livro que uma pessoa especial deu de presente? O livro que passou de pais para filhos? Conte-nos mais sobre sua árvore-genealógica-literária. :D

Não sei se tenho muito o que comentar deste tema...tirar fotos de livros de infância é quase impossível, pois praticamente todos já foram doados. Porém, tentarei puxar de memória e contar um pouco dos livros que marcaram minha infância, ilustrando com imagens, sempre que for possível.




Quando bem novinha, eu costumava ouvir discos infantis que eram da minha mãe, como Chapeuzinho Vermelho, Os Três Porquinhos etc. Acho que hoje isso poderia ser considerado um audiobook, não?

Também da minha mãe, eu li inúmeras vezes uma coleção de livros da Disney, que tinha detalhes dourados nas capas. Eram muitas histórias lindas e com ilustrações muito bonitas! Como era bom...eu passava horas lendo e ouvindo as historinhas. Lia e relia. Bateu até uma nostalgia agora.




Já com uns 12-13 anos, me apaixonei por Harry Potter através de uma leitura obrigatória da escola. Não me estenderei demais nesse tópico, pois já discorri muito em outro post, que você pode conferir aqui. Logo após, li dois livros bem mais polêmicos, por seus temas, que realmente não eram para minha idade: “Giovanni” (homossexualidade, peguei ao acaso em uma das estantes do meu bisavô) e “O Retrato de Dorian Gray” (minha professora de literatura me emprestou), e este último eu adoro até hoje!




Ah, também é bastante importante mencionar que li “O Menino Maluquinho” e alguns outros que traziam temas sociais e ambientais, como “O Catador de Papel”, “O Catador de Papel 2” e “Aventuras de uma Gota D’Água”. Algum deles eu ainda tenho, e está autografado!

Não respondi todas as perguntas propostas, mas creio que já deu para ter uma noção de como foi minha infância, sempre mergulhada numa boa história!

Beijos.


Postado por



Nenhum comentário :

Postar um comentário