.
Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

RESENHA #18: A 5ª ONDA

Ficha Técnica

Título Nacional: A 5ª Onda
Título Original: The 5th Wave
Lançamento: 21 de Janeiro de 2016 (1h57min)
Dirigido por: J Blakeson
Com: Chloë Grace Moretz, Nick Robinson, Alex Roe
Nacionalidade: EUA
Gênero: Ficção Científica, Aventura







Sinopse

A Terra repentinamente sofre uma série de ataques alienígenas. Na primeira onda de ataques, um pulso eletromagnético retira a eletricidade do planeta. Na segunda onda, um tsunami gigantesco mata 40% da população. Na terceira onda, os pássaros passam a transmitir um vírus que mata 97% das pessoas que resistiram aos ataques anteriores. Na quarta onda, os próprios alienígenas se infiltram entre os humanos restantes, espalhando a dúvida entre todos. Com a proximidade cada vez maior da quinta onda, que promete exterminar de vez a raça humana, a adolescente Cassie Sullivan (Chloe Grace Moretz) precisa proteger seu irmão mais novo e descobrir em quem pode confiar.


Trailer



Opinião

Apesar das críticas dos ditos especialistas serem, no geral, negativas, ouvi dizer que o filme estava muito bom e como o trailer me causou essa vontade, corri para o cinema, conferir o que foi passado. Não li o livro (ainda) mas posso adiantar que tudo o que vi me agradou bastante. Um colega me assegurou que está bastante fiel ao livro de Rick Yancey e espero em breve poder comprovar por mim mesma.

Mas falando do filme em si, a própria sinopse, posters e trailers já entregam quais são as 4 ondas que precedem a 5ª onda, motivo de assistirmos o filme. Portanto, não me estenderei nisso.  

O longa começa com Cassie Sullivan, a protagonista, atravessando uma rodovia a pé e entrando num posto ou mercado rodeado por um cenário desolador. Lá dentro, ela escuta um pedido de ajuda. Porém, mostra-se bastante desconfiada do rapaz, assim como ele dela, e ambos apontam armas um para o outro. Após o desfecho desta cena (não contarei o que ocorre), ela volta no tempo, quando sua vida era a de uma adolescente “normal”. É então que conhecemos seus pais, seu irmão Sam e sua melhor amiga, além do crush Ben Parish, o típico moço assediado no colégio, jogador de futebol americano.  

Mas quiseram os alienígenas que a normalidade virasse caos, e é num dia qualquer de aula que uma nave gigantesca é avistada se aproximando da Terra. Por alguns dias, ela só fica lá, paradona. Mas em pouco tempo, a energia é cortada e todos os veículos deixam de funcionar, dando início às ondas já citadas. Na quarta onda, os alienígenas se passam por humanos, e a semelhança faz com que não se possa mais confiar em ninguém. Um extermínio em massa (daqueles que ainda sobrevivem) começa e, a partir daí, o objetivo de Cassie é sobreviver e ajudar seu irmão, uma criança.

No meio do caminho (e eu não poderia deixar de comentar) ela conhece Evan *suspiros* Walker de uma forma um tanto quanto diferente da convencional. Surge um romance, mas nada que tire o foco do desastre. Apesar de a participação dele ser pequena, a firmeza de seu personagem chamou atenção. As cenas que ele divide com Cassie são as únicas que trazem certo humor à trama.

Desde o momento em que o Exército aparece, eu entendi para que rumo seguiria o filme, mas não deixei de me surpreender com alguns detalhes. Os atores desenvolveram de maneira satisfatória seus personagens e os efeitos especiais e fotografia também estão ótimos. Dá para de fato acreditar que tudo está sendo destruído, em especial na hora do tsunami.

Por se passar nos EUA, mostra os acontecimentos focando neles. Algo que talvez tenha explicação nos próximos, e que não sai da minha cabeça, é: de onde raios saem tantas armas e munições, e como a energia voltou só para alguns veículos? Fora esses contrapontos, o filme deixou-nos – a mim e a minha família – com uma ótima impressão, e já estou querendo a continuação.




Nota  



Postado por


2 comentários :

  1. eu to maluca pra ver srsr não aguento esperar tanto adorei a resenha só me deu mais vontade de assistir srsr seguindo blog
    http://artmelzinha.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E eu estou para ler os livros da série, rs. Geralmente eu faço o inverso, mas nem sempre é possível.
      Obrigada pela visita.
      Beijos.

      Excluir