.
Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

domingo, 24 de abril de 2016

RESENHA #70: OBJETOS CORTANTES, DE GILLIAN FLYNN

Ficha Técnica

Título Nacional: Objetos Cortantes (Skoob
Título Original: Sharp Objects (Goodreads
Autora: Gillian Flynn
Editora: Intrínseca
Ano: 2015
ISBN: 9788580576580
Páginas: 256
Formato: 23,0 X 15,8  cm
Acabamento: Brochura
Gênero: Ficção, Thriller, Suspense





Sinopse

Uma narrativa tensa e cheia de reviravoltas. Um livro viciante, assombroso e inesquecível. Recém-saída de um hospital psiquiátrico, onde foi internada para tratar a tendência à automutilação que deixou seu corpo todo marcado, a repórter de um jornal sem prestígio em Chicago, Camille Preaker, tem um novo desafio pela frente. Frank Curry, o editor-chefe da publicação, pede que ela retorne à cidade onde nasceu para cobrir o caso de uma menina assassinada e outra misteriosamente desaparecida.
Desde que deixou a pequena Wind Gap, no Missouri, oito anos antes, Camille quase não falou com a mãe neurótica, o padrasto e a meia-irmã, praticamente uma desconhecida. Mas, sem recursos para se hospedar na cidade, é obrigada a ficar na casa da família e lidar com todas as reminiscências de seu passado. Entrevistando velhos conhecidos e recém-chegados a fim de aprofundar as investigações e elaborar sua matéria, a jornalista relembra a infância e a adolescência conturbadas e aos poucos desvenda os segredos de sua família, quase tão macabros quanto as cicatrizes sob suas roupas.


Opinião

Ganhei este livro despretensiosamente em uma promoção realizada no Facebook. Estava curiosa pela notoriedade que a autora ganhou quando o filme de “Garota Exemplar” foi lançado (que conste, ainda não vi nem li, mas já possuo o livro). Portanto, decidi que ele furaria a fila, e cá estou eu, para comentar minhas impressões sobre ele.

O último livro que li do gênero foi “No Escuro”, de Elizabeth Haynes (resenha AQUI), e já faz mais de um ano. “Objetos Cortantes”, no entanto, foi uma leitura que me agradou bem mais, por ser um thriller, de certa forma, menos intenso, com descrições que me chocaram menos e, por isso, que desceram melhor a meu estômago, rs.

Camille Preaker é uma repórter que vive em Chicago, mas se vê praticamente obrigada pelo chefe Curry a voltar a Wind Gap, sua cidade natal, para cobrir o caso de um assassinato seguido por um desaparecimento, ambos de garotinhas. Voltar não seria um problema tão grande, não fosse por seu passado (e presente) perturbadores, com uma mãe nem um pouco amorosa, um padrasto omisso e calado, uma meia-irmã chamada Amma, que ela conhece minimamente, e a memória de sua irmã Marian, falecida quando jovem devido a sempre estar doente.

A forma como Gillian vai construindo a história, mostrando problemas psicológicos e explanando na prática como eles são, além de apresentar facetas dos personagens, e como as vidas de todos vão se interligando numa trama cada vez mais complexa, é um dom! Realmente aprendi uma coisa ou outra com o livro, em termos médicos.

Narrado em 1ª pessoa, as palavras soltas que Camille cortou em seu corpo aos poucos vão fazendo sentido, e junto com ela, mergulharemos no passado para descobrir não somente quem matou a garotinha, mas também os motivos de Camille ser como é, perante uma família tão peculiar.

Se eu tivesse que fazer uma crítica, diria que a compreensão do chefe de Camille com seu problema é um tanto quanto idealizada, pois imagino que, na vida real, 99,9% dos patrões demitiriam um empregado assim, sem querer se envolver, muito menos emocionalmente, com ele. Mas é só um detalhe mínimo, irrelevante até. Inclusive, pode ter sido proposital, de forma que ela tivesse uma figura paterna presente em sua vida, já que nunca soube quem é seu pai biológico.

Recomendo muito, especialmente para quem quer iniciar no gênero. A autora vai te levando para um lado (até uns 2 capítulos antes do final, eu tinha certeza de quem era o assassino), mas te joga no sofá com uma surpresa final.
        

Frases Marcantes

“Em alguns anos você poderá encontrar uma Starbucks, que dará à cidade aquilo por que ela anseia: modernidade pré-embalada e pré-aprovada.”

“Problemas sempre começam muito antes de você realmente, realmente vê-los.”

“ — Não sei se algo voltará a ser bom um dia novamente, então é difícil avaliar se está melhor ou pior, entende o que quero dizer?” 

“Uma criança criada com veneno considera dor um consolo.”


Capa e Diagramação



A editora opta, para livros desta autora, por capas mais simples, sempre contendo o preto como pano de fundo. Possui orelhas.
Os capítulos são numerados, sempre se iniciam numa nova página, que são amareladas e resistentes. A fonte da letra e o espaçamento são bons, e a numeração das páginas está no canto superior externo, sendo que páginas que iniciam capítulos não possuem numeração.
Encontrei somente 4 erros de revisão/digitação que não atrapalham a leitura. 


Leia um Trecho



Book Trailer



Nota



Autora

Gillian Flynn é jornalista e, antes de se dedicar integralmente à carreira de escritora, trabalhou por dez anos como crítica de cinema e TV para a Entertainment Weekly. Nascida na cidade de Kansas, no Missouri, e formada em jornalismo e inglês pela Universidade do Kansas, Gillian escreveu durante dois anos para uma revista de negócios na Califórnia e concluiu um mestrado em jornalismo na Northwestern University, em Chicago.
Além de Objetos Cortantes, é autora de Garota Exemplar e Lugares Escuros. Seus livros foram publicados em vinte e oito países e tiveram os direitos de adaptação cinematográfica vendidos. Atualmente, Gillian mora em Chicago com o marido e o filho.


Onde Comprar



O livro é uma cortesia da editora Intrínseca. A resenha realizada aponta pontos positivos e/ou negativos encontrados pelo autor do post no decorrer da leitura. A opinião do autor é pessoal e independente da editora e/ou autora do livro.


Postado por


4 comentários :

  1. Respostas
    1. Oi, Thalita.
      Já li que Garota Exemplar não é tão empolgante no livro, mas mesmo assim, darei uma chance, já que comprei o livro e gostei muito de Objetos Cortantes.
      Beijos.

      Excluir
  2. Parece ser um livro muito bom! Não conhecia, mas já vai entrar pra lista haha

    Eu marquei seu blog numa tag, se quiser fazer, aqui está o link: http://bit.ly/1YQTwjp

    Abraços! :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico contente que tenha gostado da resenha e vá ler Objetos Cortantes.
      Quanto à TAG, responderei o quanto antes.
      Beijos.

      Excluir