.
Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

segunda-feira, 6 de junho de 2016

RESENHA #23: GAME OF THRONES 6X06: BLOOD OF MY BLOOD


Boa noite, Historiadores!

O 6º episódio desta temporada de Game of Thrones foi ao ar domingo retrasado (sim, acabei ficando um pouco para trás), e hoje eu trago minha opinião e breve resumo sobre ele.

Tentei modificar ao máximo a forma de me expressar, mas ainda assim pode conter SPOILERS. Então, só leia se já assistiu ou se não se importa de saber detalhes antes de ver.

Logo de início, continuamos acompanhando a fuga de Bran e Meera. O sacrifício de Hodor pode ter atrasado os cadáveres e os Caminhantes Brancos, mas a perseguição prossegue. Em nenhum momento passou por minha cabeça que este seria o fim destes dois personagens, pois parece que Bran terá um papel central na série, especialmente agora como o novo Corvo de Três Olhos. Um personagem ressurge lá da 1ª temporada e os salva. No momento em que ele apareceu, soube de quem se tratava.



Sam chega com Goiva e o pequeno Sam à casa de seus pais. Adorei sua mãe e sua irmã, mas odiei o pai (quem não?) e achei seu irmão bem pedante. Mas parece que Sam finalmente vai mostrar ao pai que ele não é somente um gordo, molenga e inútil, como o progenitor faz questão de chamá-lo. Já não era sem tempo! Aliás, muito fofo o menino que faz o papel de filho da Goiva, ele sorriu durante a cena e me enterneci.  

Os Tyrell e os Lannister tinham tudo planejado para tomar Margaery do Alto Pardal sem a Caminhada da Penitência, porém os planos mudam drasticamente e eu muito estranhei o novo comportamento da Rainha Margaery, parecendo a pureza em pessoa. Com certeza há algo por trás.

Acertei sobre Arya em partes. Ela de fato não teve coragem de envenenar a atriz (eu, em seu lugar, também não teria), pois nunca foi Ninguém, de fato, e também viu a injustiça que isso representaria. Ela recupera Agulha, a espada com que Jon a presenteou, e se prepara para batalhar, literalmente, por sua vida.


A série continua enaltecendo demais a Daenerys, em minha opinião. Não sei por qual motivo ou quando peguei birra deste personagem, mas para uma série que mata à rodo, quero que sua hora chegue em breve (ai, como sou má!).


Foi o episódio que menos me empolgou até o momento. Exceto pela cena do “novo” personagem lutando para salvar Bran, o restante foi bem morno.

Enfim, vamos ver o que o 7º nos trará! É, ainda não assisti...


Por Dentro do Episódio:



Próximo Episódio: The Broken Man




Postado por


Nenhum comentário :

Postar um comentário