.
Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

sábado, 25 de junho de 2016

RESENHA #80: O AMOR NOS TEMPOS DO OURO, DE MARINA CARVALHO

Ficha Técnica

Título Nacional: O Amor nos Tempos do Ouro (Skoob)  
Autora: Marina Carvalho
Editora: Globo Alt
Ano: 2016
ISBN: 9788525062055
Páginas: 328
Formato: 15,7 X 23,0  cm
Acabamento: Brochura
Gênero: Romance





Sinopse

"Sabes que nunca me apaixonei, maman, mas se porventura o tivesse feito, seria por alguém como ele?"
Cécile Lavigne perdeu todos os que amava e agora está sozinha no mundo. Ela, uma franco-portuguesa que ainda não completou vinte anos, está sendo trazida ao Brasil pelo único parente que lhe restou, o ambicioso tio Euzébio, para casar-se com o mais poderoso dono de terras de Minas Gerais, homem por quem Cécile sente profundo desprezo. Após desembarcar no Rio de Janeiro, Cécile ainda precisará fazer mais uma difícil viagem. O trajeto até Minas Gerais lhe reserva provações e surpresas que ela jamais imaginaria. O explorador Fernão, contratado por seu futuro marido para guiá-la na jornada, despertará nela sentimentos contraditórios de repulsa e de desejo. Antes de enfim consolidar o temido casamento, Cécile descobrirá todos os encantos e perigos que existem nessa nova terra, assim como os que habitam o coração de todos nós. Com o passar dos dias, crescerá dentro dela a coragem para confrontar todas as imposições da sociedade e também o seu próprio destino.

Opinião

Quem acompanha o blog sabe que este é o terceiro livro da Marina Carvalho que tenho a oportunidade de ler. E não posso dizer que gostei das leituras anteriores (“Simplesmente Ana” e “De repente, Ana”), então estava meio receosa em iniciar este.

“O Amor nos Tempos do Ouro” traz uma história que se passa em 1734, narrada em 3ª pessoa – além de mostrar cartas/trechos de diário de Cécile e Fernão, em alguns momentos – e com foco em Cécile Lavigne, uma jovem francesa que acabou de perder toda a sua família em um trágico acidente e se vê obrigada a vir para o Brasil, casar-se com um velho escravocrata. Seu tio Euzébio possui grandes planos para a fortuna que a sobrinha herdará.

Seu noivo lhe envia Fernão, um homem jovem e vivido, para acompanhá-la do Rio de Janeiro até Minas Gerais. Mas este trajeto trará algumas surpresas e perigos. Será uma análise interna para os personagens. A personagem possui fibra, expressa suas opiniões e é partidária da liberdade, inclusive dos escravos, o que lhe trará inúmeras complicações, mas também alguns simpatizantes.

O livro foi, sem dúvida, o romance histórico mais bem escrito e revisado que eu li até hoje. Nota-se que a autora fez uma longa pesquisa sobre costumes da época e paisagens. Senti-me viajando nas exuberâncias do Brasil e na esperança do futuro através do amor, seja ele entre homem e mulher, ou entre seus semelhantes. Único detalhe é que, às vezes, Cécile diz ou pensa Marseille e Marselha, nomes da cidade em que vivia. Não sei se foi proposital, mas acabei notando essas diferentes grafias.

Estou muito contente de ter dado uma chance para este título e gostaria de parabenizar a todos os envolvidos para que ele chegasse às mãos dos leitores de maneira tão primorosa. Espero que a Marina continue neste caminho, pois com este, ela acertou a mão em cheio.
   

Frases Marcantes

“ — A ganância costuma ser o calvário da maioria dos homens. Caso não estejas a te preparar, sugiro que sejas mais precavido.”

“‘Como se a benevolência do Senhor pudesse ser comprada com ouro’”

“E que opções havia para os negros, além de trabalharem horas sem fim, em condições desumanas e sem chances de melhorias?”

“ — Eu não esperei receber autorização para ajudar um ser humano em necessidade – rebateu ela, com os olhos marejados pela dor e mais ainda pela raiva. — Aprendi que devemos ser solidários a quem precisa.”

“ — Não posso viver de ilusão, seria pior do que aceitar meu destino.”

“Isso significava que a aparência era irrelevante, mas o caráter, não.”

“ — Riqueza em excesso corrompe até o mais puro dos homens.”

“Fernão vivia dividido entre a descrença – pois deparava-se com o lado obscuro do homem com mais frequência do que presenciava atos benevolentes – e a vontade de se apegar a algo em que acreditar.”


Capa e Diagramação



A capa foi escolhida através de votação, e amei! O título está em branco envernizado. Os capítulos sempre se iniciam em uma nova página, que são amareladas, e com trechos de livros/poemas famosos. Possui orelhas.
A letra possui um tamanho pequeno, o espaçamento entre linhas é bom e a numeração das páginas fica na parte externa inferior. Encontrei somente uns 2 erros de revisão/digitação, que não prejudicam a leitura e provavelmente passarão despercebidos pela maioria.


Book Trailer



Nota



Autora

A presença da literatura na vida de Marina Carvalho foi essencial para que ela se tornasse escritora. Mineira de Ponte Nova, jornalista, professora, ela sente a necessidade de colocar sua vivência e suas histórias no papel.

O amor nos tempos do ouro é seu primeiro livro pela Globo Alt, o sexto publicado desde 2013. 




Onde Comprar



O livro é uma cortesia da editora Globo Alt. A resenha realizada aponta pontos positivos e/ou negativos encontrados pelo autor do post no decorrer da leitura. A opinião do autor é pessoal e independente da editora e/ou autor do livro.


Postado por



Nenhum comentário :

Postar um comentário