.
Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

domingo, 17 de julho de 2016

RESENHA #85: ELENA, A FILHA DA PRINCESA, DE MARINA CARVALHO

Ficha Técnica

Título Nacional: Elena, a Filha da Princesa (Skoob)  
Série: Simplesmente Ana – Livro 3
Autora: Marina Carvalho
Editora: Galera Record – Grupo Editorial Record
Ano: 2015
ISBN: 9788501104366
Páginas: 316
Formato: 22,5 X 15,5  cm
Acabamento: Brochura
Gênero: Ficção, Romance, Young Adult





Sinopse

Era uma vez, num reino distante...
Em geral, contos de fada começam assim. Mas este não é um conto de fadas comum. Sim, existe uma princesa. Não uma donzela frágil à espera de que a vida aconteça. Mas uma jovem moderna, preocupada com os problemas de seu tempo.
Há também um príncipe. Só não espere que ele seja um perfeito cavalheiro. Afinal, uma pitada de bad boy nunca fez mal a nenhum herói. Mesmo quando o próprio não acredita no seu potencial para grandes feitos. Mesmo quando a redenção parece tão improvável.
Elena, filha da princesa Ana – a brasileira que se tornou herdeira do trono da Krósvia –, já não é mais a menininha apaixonada pelo primo Luka. Cresceu, namorou, viajou o mundo. Mas uma notícia surpreendente a faz voltar para casa... justamente quando obrigações familiares também exigem a presença de Luka.
O reencontro é explosivo. A prima tímida se tornou uma mulher. Algo para o qual Luka não estava preparado. Assim como não estava preparado para os sentimentos que essa mulher lhe desperta. Mas como Luka e Elena estão prestes a descobrir, ninguém pode escapar do próprio destino...


Opinião

Este livro é a continuação – mas pode ser lido de forma independente – de “Simplesmente Ana” (resenha AQUI) e “De Repente, Ana” (resenha AQUI), portanto, pode conter SPOILERS dos livros anteriores. 

Elena é a filha da princesa Ana – uma brasileira que descobriu ser filha do Rei da Krósvia – e, aos 19 anos, é uma pessoa que faz trabalhos humanitários e está na Nigéria ensinando as crianças a ler. Mas uma ligação de seu pai Alex faz com que ela precise voltar ao seu país de origem, auxiliando sua mãe, já com 43 anos, em um momento tão esperado, mas que requer cuidados especiais.

Luka é filho do odioso Marcus com Marieva, irmã do Rei. Ele tem duas irmãs, e quando o casamento de Luce se aproxima, o rapaz se vê obrigado a voltar da Suécia, onde mora e mantém um bar, para estar presente. Ele não é uma pessoa família, não é um mocinho (ao menos se for, não é um dos convencionais) e mesmo assim, mexe com o coração de Elena – de novo.

Preciso revelar que, se os dois primeiros livros da série não me agradaram muito, este conseguiu me prender e agradou bem mais. Com uma narrativa em 1ª pessoa, alternando entre Elena e alguns capítulos de Luka, a história vai se desenrolando de forma que conseguimos captar de maneira exata os sentimentos dos personagens e vamos descobrindo o tal mistério que Luka tanto se empenha em esconder e o qual fez com que se afastasse ainda mais da família, especialmente de sua mãe.

Quando o segredo foi revelado, confesso que cheguei a odiá-lo e não entendi tanta compreensão por parte de Elena e Ana. Falando na Ana, qual mãe daria aqueles conselhos meio descabidos à filha? Preciso dizer que é um pouco surreal, mas pode ser que exista uma mãe dessas por aí, vai saber, rs.

Não bastasse eles serem primos de segundo grau e o tal segredo, quando criança, Luka era uma pestinha com Elena, alguns bons anos mais jovem do que ele. Mas quando está no destino, ou quando a tentação é maior do que todos os motivos contra... De fato, os outros personagens podem ser considerados meros coadjuvantes, pois esta é a jornada de Elena e Luka. 

Gostei muito da leitura, consegui ler bem rápido, pois sentia necessidade de saber o desenrolar da história. Conforme eu já mencionei, ele pode ser lido de forma independente dos livros anteriores, já que seria considerado até um spin-off, então quem se sentir tentado, recomendo que comece por este e, se gostar, leia os anteriores para saber como tudo começou, antes da Elena nascer.


Frases Marcantes

“Eu conhecia cada uma daquelas crianças o suficiente para saber que o pouco que conseguia doar a elas significava muito. O que elas não sabiam: a recompensa maior era toda minha.” 

“Meu irmão tem o dom de matar expectativas. Esse sim é um de seus grandes crimes.”

Dizem por aí que casamento é para sempre. Não sou louco de contrariar o senso comum, pelo menos não agora.”

É perfeitamente aceitável o que você está sentindo. Um amor deixa marcas. (...) Mas, se essas marcas custam a se curar, é aconselhável investigar a profundidade delas.” – pág. 141
“Luka é uma tentação capaz de levar qualquer mulher à loucura, e está fazendo isso comigo, logo comigo, que conheço muito bem seu jeito de ser.”

Seu sofrimento é a prova de que você se arrepende por todas as mancadas que cometeu, especialmente com sua mãe. Então, se tentar reprimi-lo, vai se sentir mais sufocado, até que a culpa o destrua de vez.”


Capa e Diagramação



A capa é a mais bonita da trilogia, em minha opinião, especialmente por conta da moça, que é envernizada e se destaca. Os capítulos iniciam sempre numa nova página, com o número correspondente e indicando de quem será o ponto de vista. As páginas são amareladas e possui orelhas.
As letras têm um tamanho pequeno, o espaçamento é bom e a numeração das páginas é no centro, na parte inferior. Contei 6 erros de digitação/revisão, mas que não chegam a prejudicar a leitura.


Leia um Trecho



Nota



Autora

Marina Carvalho nasceu em Ponte Nova, Minas Gerais, conhecida como a terra da goiabada. Adora queijo, rock progressivo, pudim de leite condensado, café com pouco açúcar e filmes com finais felizes. Ama ler, seja um bom livro policial, um chick-lit despretensioso ou o jornal do dia. Quando criança, lia as revistinhas da Turma da Mônica, incentivada pela mãe, e esperava ansiosamente uma nova publicação todos os meses.


Onde Comprar



O livro faz parte de nosso acervo pessoal. A resenha realizada aponta pontos positivos e/ou negativos encontrados pelo autor do post no decorrer da leitura. A opinião do autor é pessoal e independente da editora e/ou autora do livro.




Postado por


2 comentários :

  1. Oi, Amanda
    Eu tenho o primeiro livro dessa série, mas em função das críticas nunca li.
    Talvez faça como você indicou, leia esse primeiro e depois pegue os anteriores.
    Obrigada por participar do #desafioalfabetoliterario
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luana.
      Para ser sincera, este foi o melhor da série para mim, e dispensa os anteriores. Claro que se pintar a curiosidade sobre mais detalhes, terá que ler os livros 1 e 2.
      Beijos.

      Excluir