.
Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

quarta-feira, 27 de julho de 2016

RESENHA #88: A GAROTA DO CALENDÁRIO - JANEIRO, DE AUDREY CARLAN

Ficha Técnica

Título Nacional: A Garota do Calendário – Janeiro (Skoob)  
Título Original: Calendar Girl: January (Goodreads)  
Série: A Garota do Calendário – Livro 1
Autora: Audrey Carlan                 
Editora: Verus  Grupo Editorial Record
Ano: 2016
ISBN: 9788576865063
Páginas: 127
Formato: 20,8 X 13,4 cm
Acabamento: Brochura
Gênero: Romance, Erótico/Hot
Recomendação: 18+



Sinopse

Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato.
A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser. Dinheiro fácil.
Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser...
Em janeiro, Mia vai conhecer Wes, um roteirista de Malibu que vai deixá-la em êxtase. Com seus olhos verdes e físico de surfista, Wes promete a ela noites de sexo inesquecível – desde que ela não se apaixone por ele.


Opinião

Quem acompanha o blog, sabe que livros eróticos não são meu forte. Se você é como eu, garanto que a série “A Garota do Calendário” pode ter chegado para mudar sua opinião, como mudou a minha.

Mia Saunders é uma jovem atriz bastante atraente. Após algumas desilusões amorosas, ela não mais deu uma chance para o amor. E, no momento em que a história tem início, ela nem teria a possibilidade de se deixar levar por qualquer sentimento, pois a encrenca em que seu pai se meteu é das grandes.

Ela decide trabalhar na Exquisite Acompanhantes de Luxo, de sua tia Millie/Srª Milan, irmã da mãe – que abandonou a ela e a irmã quando pequenas. Neste trabalho, ela ficará um mês com cada homem, sendo sua acompanhante. Pode acontecer sexo ou não, e em caso positivo, um extra será adicionado ao pagamento final. Mia terá um ano para juntar 1 milhão e saldar a dívida do pai.

Sua melhor amiga, Ginelle, a apoia em sua decisão para salvar a vida do pai e, além disso, a incentiva a aproveitar a experiência, algo que a protagonista não demonstrou nenhuma dificuldade em fazer, rs! Até porque... Weston Channing Terceiro, mais conhecido como Wes, é um roteirista e surfista sexy, carinhoso, bom de cama e rico – este último item, imagino que todos os homens que a contratem serão, obviamente.

Eu costumo dizer para meus amigos que se eu fosse a protagonista, as séries não existiriam, pois não tenho frescura nem paciência com certas situações. Neste caso, não seria diferente: eu ficaria com Wes e pronto, rs. Mas, de certa forma, eu entendo a jornada pela qual Mia precisará passar e imagino os inúmeros aprendizados que ela poderá tirar de tudo. Mesmo assim, em alguns momentos ela foi volúvel, o que não deixa, de forma alguma, de ser condizente ao que ela se propôs desde o início: ganhar dinheiro e não permitir que o coração fosse envolvido no processo. 

Com uma narrativa em 1ª pessoa, a história passa num piscar de olhos e, conforme eu já avisei no início, mudou meu conceito sobre romances eróticos. Ou, ao menos, agradou bem mais a mim do que seus predecessores. Já li o volume de Fevereiro e comprei os dois seguintes. O melhor? Até o final do ano, todos os volumes terão sido lançados, então nada daquela espera interminável nem a incerteza de ficar com uma série pela metade. Além disso, os preços são bem acessíveis. Mais do que merece todo o furor que tem causado! 


Frases Marcantes

“O último erro foi o que podemos chamar de a gota-d’água. É o motivo pelo qual eu acredito que o amor verdadeiro é uma coisa criada pelas empresas que vendem cartões e por pessoas que escrevem livros sentimentais e roteiros de comédia romântica.”

“ — Você vai tirar a roupa para mim quando estiver pronta para isso. Não vou nem precisar pedir.”

“Era importante para mim encontrar meu próprio caminho, ser eu mesma.”


Capa e Diagramação


A edição é menor do que um livro “normal”, mas não chega a ser pocket (livro de bolso). A capa é linda, acho que uma das mais bonitas de toda a série. Os capítulos iniciam sempre numa nova página, com o número correspondente e uma figura que me parece uma pimenta. As páginas são amareladas e possui orelhas.
A fonte das letras e o espaçamento são bons. A numeração das páginas é no centro, na parte inferior. Encontrei somente um erro de digitação/revisão, ótimo trabalho da editora.


Leia um Trecho



Book Trailer



Nota

 



Autora

Audrey Carlan escreve histórias de amor criadas para proporcionar aos leitores uma experiência sexy e romântica. Além de A garota do calendário, ela é autora das séries Falling e Trinity. Seus livros já figuraram nas listas de mais vendidos de jornais como New York Times, Washington Street Journal e USA Today.
Audrey mora na Califórnia com o marido e dois filhos. Quando não está escrevendo, ela gosta de praticar ioga, tomar uma taça de vinho com as amigas e ler romances picantes.


Onde Comprar



O livro faz parte de nosso acervo pessoal. A resenha realizada aponta pontos positivos e/ou negativos encontrados pelo autor do post no decorrer da leitura. A opinião do autor é pessoal e independente da editora e/ou autora do livro.




Postado por


4 comentários :

  1. Oi, Amanda.
    Eu gosto bastante do tema e achei a proposta da história bem bacana.
    Antes das resenhas eu não tinha entendido bem a divisão, mas sendo cada mês um relacionamento, consegui entender.
    É interessante, apesar de eu não ser fã de séries longas.
    Vou colocá-lo na lista,
    Obrigada por participar do #DesafioAlfabetoLiterario
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luana.
      Coloque sim, pois eu que nem sou fã do gênero, tenho gostado bastante e não me arrependi de dar uma chance para a série.
      Beijos.

      Excluir
  2. Tenho os dois primeiros livros dessa série, e ainda não comecei a leitura pelo fato de querer adquirir todos os outros livros da serie primeiro. Enfim, também não gosto de livros eróticos, porém mesmo assim resolvi dar uma chance a essa leitura, que tem conquistado muitos leitores. A protagonista tem uma jornada enorme pela frente, e muitos caras para conhecer, e já se interessa pelo primeiro. Estou ansiosa por essa leitura.

    ResponderExcluir
  3. Amanda!
    Um dos meus gêneros favoritos é o romance hot.
    Gostei de ver toda a criatividade da autora em formar uma série, baseada na necessidade financeira de Mia e ela vai se envolver em situações de grande impasse.
    “Saber interpor-se constantemente entre si próprio e as coisas é o mais alto grau de sabedoria e prudência.” (Fernando Pessoa)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de FEVEREIRO, livros + KIT DE MATERIAL ESCOLAR e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir