.
Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

domingo, 7 de agosto de 2016

RESENHA #92: ELEVADOR 16, DE RODRIGO DE OLIVEIRA

Ficha Técnica

Título Nacional: Elevador 16 (Skoob)  
Série: As Crônicas dos Mortos – Spin-off  
Autor: Rodrigo de Oliveira
Editora: Faro Editorial
Ano: 2015
ISBN: 9788562409455
Páginas: 60
Formato: 22,8 X 15,9 cm
Acabamento: Brochura
Gênero: Ficção, Terror





Sinopse

Estamos em 2017.
Cientistas descobrem um planeta vermelho em rota de colisão com a Terra. Depois de muito pânico nos quatro cantos do mundo, eles asseguram que passaria a uma distancia segura. E todos ficam tranquilos acreditando que nada iria acontecer...
Mas não podiam estar mais enganados.
No dia em que o planeta estaria mais visível, enquanto todo mundo se preparava para observar o fenômeno a olho nu, um grupo seguia para um compromisso chato: trabalhar num sábado na empresa de processamento de dados, pois estavam com muitos projetos atrasados.
Na hora do almoço, 16 pessoas entram no elevador... mas ele pára entre dois andares. As comunicações não funcionam, nem alarmes, nem celulares, ninguém aparece para ajudar. E eles não sabem que, em todo o mundo, algo muito estranho aconteceu. Em poucos segundos, 10 pessoas caem num surto coletivo, como que desmaiadas. Entre o desespero, tentativas de busca por ajuda, um deles começa a abrir os olhos, mas eram olhos vazios, olhos do mal...
Este livro conta uma história que ocorre no exato momento em que o nosso mundo se transforma. Traz personagens que vivem o intenso evento cósmico que mudaria a Terra para sempre.


Opinião

Se eu li esta obra, foi graças às inúmeras vezes que minha amiga Lelê, do blog Tô Pensando em Ler, me disse que esta série é fantástica. Então, em um evento que ela apresentou, ganhei o exemplar e o li mais do que depressa, por ser curto e para matar minha curiosidade.

Bem, eu sou meio medrosa, então não tenho costume de ler livros de terror, e nunca havia lido ou assistido nada que envolvesse zumbis. Na verdade, este livro serve como uma introdução às demais obras da série, ou então é um complemento para quem já leu um ou mais livros dela, pois trata-se de um spin-off – uma história que se passa no mesmo universo e que tem ligação com os demais volumes.   

Mariana Fernandes está no escritório em São Paulo, onde ela e seu namorado Raul trabalham. Entre idas e vindas, não é o melhor dos relacionamentos, ainda mais quando ela descobre estar grávida e ele, pensando só em si, pula fora. Por volta das 13:00, os funcionários decidem parar para almoçar, e 16 pessoas entram no elevador, incluindo Mariana e suas amigas, Joana e Mayara, além de Raul. É dia 14 de julho de 2018, o dia em que Absinto, o Planeta Vermelho, estaria no seu ponto mais próximo à Terra.

O elevador dá um solavanco e para, apagando as luzes e acendendo as de emergência. Um pouco depois, dez das dezesseis pessoas desmaiam, ficando desacordadas por algum tempo. Quando despertam, seria preferível não ser nenhum dos 6 que estão conscientes.

Rodrigo escreve muito bem, de forma simples, porém dá para notar o quanto o texto foi trabalhado até atingir seu formato ideal. Algumas partes são tipo “Eca!”, mas não cheguei a ficar com medo, o que já foi uma baita evolução! A narrativa não chega a surpreender, pois dá para ver claramente em qual ponto o autor quer chegar. Entretanto, gostei demais do desenvolvimento da história e do quanto ele conseguiu me prender em poucas páginas.

Autor nacional mais do que recomendado! Espero conseguir ler toda a série em breve! E quem ficou curioso, pode baixar o eBook completo no link logo abaixo, disponibilizado pela própria Faro Editorial de forma gratuita.  


Frases Marcantes

“ — Sinceramente, eu duvido. Hoje é um daqueles dias em que nada vai dar certo – Mariana respondeu em tom sinistro.”

“Ninguém sabe ao certo como um zumbi se comporta. Às vezes, eles são repetitivos, previsíveis, como mecanismos programados para fazer sempre a mesma coisa, no mesmo horário e do mesmo jeito.
Mas eles também podem surpreender com um comportamento completamente inesperado; e, quando isso acontece, o resultado costuma ser catastrófico.”


Capa e Diagramação



A capa é simples e me causa um pouco de medo, rs, com o 16 e um dedo feitos para parecer sangue. O livro é curto e não possui capítulos, tendo somente sinalizações de mudança de cena. As páginas são amareladas e possui orelhas.
A fonte das letras e o espaçamento são bons. A numeração das páginas é na parte inferior externa. Encontrei somente 2 erros de digitação/revisão que não prejudicam a leitura.


Leia um Trecho



Book Trailer



Nota



Autor

Rodrigo de Oliveira é Gestor de TI e fã de ficção científica, dos clássicos de terror, em especial da obra de George Romero. A ideia para esta série surgiu após um longo pesadelo tão real que, ao acordar, começou a escrever freneticamente, até concluir seu primeiro livro.
Casado, com dois filhos, nasceu em São Paulo, e vive entre a capital e o Vale do Paraíba.
Conheça também o livro I, O Vale dos Mortos; A Batalha dos Mortos, livro II; e A Senhora dos Mortos, livro III.


Onde Comprar



O livro faz parte de nosso acervo pessoal. A resenha realizada aponta pontos positivos e/ou negativos encontrados pelo autor do post no decorrer da leitura. A opinião do autor é pessoal e independente da editora e/ou autor do livro.


Postado por


3 comentários :

  1. Apesar de não ter costumo de ler livros nesse estilo, desde que li sobre essa obra fiquei interessada pela leitura. Principalmente porque a escrita desse autor apesar de ser simples me pareceu ser envolvente. A história me pareceu ser bem construída o que torna a história muito boa, ansiosa por essa leitura.

    ResponderExcluir
  2. Eu amo histórias e filmes sobre zumbi e estou ansiosa para ler esse livro e todos os livros das cronicas dos mortos. Espero que todos os livros virem filmes!
    Amei a resenha.

    ResponderExcluir
  3. Não sou fã desse tipo de romance mas tenho me obrigado a ler quando aparece, pois muitas vezes perdemos boas histórias por não gostarmos do gênero. Ainda não tive a oportunidade de ler esse livro, mas tenho visto vários comentários elogiosos sobre ele. Gostei da resenha.

    ResponderExcluir