.
Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

domingo, 14 de agosto de 2016

RESENHA #94: SEM TE CONHECER, DE LYA GALLAVOTE

Ficha Técnica

Título Nacional: Sem Te Conhecer (Skoob)
Autora: Lya Gallavote
Produção independente
Ano: 2015
ISBN: B00SLJI07M
Páginas: 198
Formato: 21,0 X 14,6 cm
Acabamento: Capa Dura
Gênero: Chick lit, Romance, Ficção, Young Adult






Sinopse

Se você tivesse a oportunidade de mudar seu destino, você faria?
Aline vive os piores dias de sua vida. Com dívidas exorbitantes por causa de um empréstimo que fez para ajudar a irmã, não consegue se acertar com o banco e ainda leva um tremendo fora do namorado no momento em que mais precisava dele.
Completamente desolada, algo misterioso acontece e Aline acorda dois anos no futuro, prestes a se casar com um desconhecido – não tão desconhecido assim, já que ele é irmão de sua melhor amiga. O que ela não esperava era que, em um curto período de convivência, seu coração fosse bater mais rápido pelo maravilhoso Luan, transformando sua vida de uma maneira que nunca imaginou.
Ao descobrir que essa viagem no tempo causou uma tragédia na família, Aline quer desesperadamente voltar ao passado para arrumar toda a bagunça que ocasionou com essa loucura.
Porém, ao voltar, encontra um Luan namorando, na posição de seu chefe e longe do noivo apaixonado que um dia conheceu. Depara-se com desafios que terá que superar, empenhando-se para conquistá-lo, na intenção de viverem felizes juntos, como viveram um dia.
Sem te conhecer é uma história cheia de aventura, paixão e emoção intensa, que vai te prender até o último ponto final.


Opinião

Este livro chegou até minhas mãos através de um book tour, e gosto de participar deles, pois sempre me trazem surpresas.

Neste romance de Lya Gallavote, Aline está vivendo seu Inferno Astral. Com apenas 22 anos, ela está endividada por ter emprestado dinheiro para sua irmã Paula – 2 anos mais velha e sua única família, pois ambas são órfãs –, que não tem como pagá-la de volta e vive dando desculpas. Perseguida pelo gerente do banco, ela já não aguenta mais esta situação. No trabalho, ela não ganha quase nada e ainda tem que aturar um chefe chato. Não bastasse isso, seu namorado resolve terminar tudo, pois irá para outro país com uma nova pessoa.

Desolada, ela sai do restaurante e, ao achar que está no fundo do poço, encontra um ombro amigo em um mendigo que lhe concede dois desejos – um para agora e outro para depois. Pensando tratar-se de uma brincadeira ou somente algo para animá-la, ela pede a resolução de seus problemas financeiros. É alertada das possíveis consequências, mas mesmo assim, prossegue.

Ao acordar no que seria o dia seguinte, se descobre 2 anos à frente e com um noivo chamado Luan, irmão de sua melhor amiga Karina, com quem está prestes a se casar. Além disso, ela ocupa um cargo importante e bem remunerado. Só que nem tudo são flores. Ela precisa saber dos pormenores dos 2 últimos anos, dos quais não se recorda, sem ser internada em um hospício. Um fato que descobre a deixa desesperada para voltar ao passado e consertar tudo, mesmo que isso represente perder o amor do atual noivo.

Com precisão, Lya construiu um romance bem-humorado, de leitura super fácil e rápida, em que torcemos para o amor triunfar. É bem verdade que achei a narradora-protagonista bem bobinha no começo, mas depois ela vai vivenciando novas experiências e aprende algumas lições. Odiei a atitude da Paula com sua própria irmã, sua única parente viva!

Gostei da leitura, apesar de achar que o final poderia ter sido explorado um pouco mais  especialmente a parte do ex  e enxergar muita aceitação de Luan com o súbito esquecimento da noiva, algo que muito provavelmente não se replicaria na vida real. É um romance clichê, no começo me lembrou um pouco “Perdida”, da Carina Rissi (resenha AQUI), pelo simples fato de ter viagem no tempo e ser nacional, mas acho que as semelhanças param por aí. Agora meu único “problema” é me ver desejando um Luan em minha vida!
  

Frases Marcantes

“ — A maior culpada dessa história toda foi você, que não soube dizer não.”

“Não chorei. Eu apenas senti raiva e vergonha. Raiva do que eu havia feito. Vergonha por não temer as consequências. Culpa dela querer abusar da minha boa vontade. Agora, só me restava esperar.”

“Mas eu levaria a experiência comigo, como prova de que ninguém tira de você o que se aprende.”


Capa e Diagramação



O livro é em capa dura, curto e de rápida leitura. Os capítulos iniciam sempre em uma nova página, que são amareladas.
A fonte das letras e o espaçamento são bons. A numeração das páginas é na parte inferior externa. Encontrei vários erros de digitação/revisão que, em sua maioria, não prejudicam a leitura.


Nota



Autora

Lya Gallavote é professora e escritora. Nasceu em Mogi das Cruzes em 1973, mas sempre morou em São Paulo, onde aprendeu tudo o que sabe. Aos nove anos, escreveu seu primeiro conto. Foi em 2010 que teve um insight com a ajuda de seu marido e escreveu seu primeiro livro. Depois disso, não parou mais.
Hoje, divide seu tempo livre com o marido, dois filhos e as leituras de romances que tanto ama.


Onde Comprar



O livro é uma cortesia da blogueira Ana Paula Carvalho Martins e da autora Lya Gallavote. A resenha realizada aponta pontos positivos e/ou negativos encontrados pelo autor do post no decorrer da leitura. A opinião do autor é pessoal e independente da editora e/ou autora do livro.





Postado por


Nenhum comentário :

Postar um comentário