.
Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

RESENHA #104: ECOS: O MAR É A NOVA LUA, DE BÉATRICE T. DUPUY

Ficha Técnica

Título Nacional: Ecos: O Mar é a Nova Lua (Skoob)
Autora: Béatrice T. Dupuy
Editora: Coerência
Ano: 2016
ISBN: 9788592572259
Páginas: 188
Formato: 20,9,0 X 13,9 cm
Acabamento: Brochura
Gênero: Fantasia, Aventura, Romance







Sinopse

Alexandre volta à casa em que morou quando adolescente e revive muitas lembranças ligadas ao misterioso desaparecimento de seu pai. “Ecos - o Mar é a Nova Lua” traz duas histórias vinculadas aos valiosos tesouros submarinos e à existência dos seres que vivem nas águas dos oceanos.
Interesses econômicos impedem que pesquisas importantes sejam reveladas, nem que para isso seja necessário eliminar os cientistas e pesquisadores envolvidos, que dispõem de ricos dados sobre o assunto.
Alexandre relata as peripécias de seu pai, Alfred, que durante suas investigações começa a desconfiar de perigos advindos dos sonares da Marinha que estão causando a morte de baleias. O fato mais perturbador é a existência de criaturas fantásticas e cativantes, vivendo nas abissais profundezas e as buscas para poder contatar com esses seres, cuja existência é negada e escondida pelos que se consideram os donos da Ciência. Tudo isso é mostrado na fascinante narração feita por Béatrice T. Dupuy, que tem como personagem principal Alfred, o pai de Alexandre. Quem lê a obra descobre que há um mundo paralelo onde Alexandre precisará fazer uma escolha que norteará toda a sua vida.


Opinião

Este exemplar foi gentilmente cedido em parceria com a Editora Coerência.

Alfred é um pesquisador dos mistérios marítimos e acaba descobrindo a existência de sereias e, especialmente, que os animais estão morrendo por conta de um experimento realizado com sonares da Marinha. Para proteger esta espécie, não revela seus achados e começa a visitá-los em uma lancha particular, junto a seu filho pequeno, Alexandre, único com quem compartilha a experiência. Porém, Andrew Smith, um assistente de Alfred, é ambicioso e quer ganhar prestígio com essa revelação.

Para tanto, Andrew se envolve com uma organização pouco correta e que visa ganhar lucros em cima das sereias. Sem escrúpulos, invadem a casa de Alfred, e Alexandre presencia o pai ser levado embora, para nunca mais vê-lo.

Após anos afastado, sendo cuidado pelos tios, Alexandre retorna para a casa onde viveu sua infância e ingressa numa faculdade para seguir os passos do pai. Em suas pesquisas de campo, ele conhece Pandora, uma linda princesa sereia. Ambos sentem uma atração instantânea e começam a cultivar uma amizade, que poderá trazer muito perigo para suas vidas.

Adorei a consciência ambiental retratada no livro e a escrita da autora, que é ótima. Achei um pouco estranha a forma com que os personagens principais – apesar da sinopse dizer que é Alfred, enxergo Alexandre e Pandora como principais – desenvolvem sua relação, especialmente o lado mais “íntimo”. Mas as descrições são bem passageiras e sutis, então a leitura pode ser para todas as idades.

A princípio achei que seria uma versão de “A Pequena Sereia”, mas Béatrice acrescenta elementos interessantes, que fazem a leitura voar por nossos olhos. Alguns pontos, especialmente o final, ficaram meio incompletos, então creio que caberia uma continuação. Porém, de modo geral, a história se fecha. Recomendo!

  
Frases Marcantes

“Com as intervenções do homem sobre a natureza, cada vez mais espécies estão ameaçadas de extinção. Por isso, várias delas podem desaparecer antes mesmo de terem sido conhecidas, ou permanecerão vivas justamente porque sabem se esconder.”

“ — Eu diria que, assim como alguns seres humanos têm a capacidade de se colocar no lugar do outro, em situações de dor, sofrimento ou muita alegria, os animais também têm essa sensibilidade aflorada.”

“ — A intervenção do homem na natureza tem colocado em risco a vida do Planeta e isso tem gerado ameaça a todas as espécies. Os valores dos humanos são bem diferentes dos nossos.”

“ — É importante deixar o coração falar, a intuição nos guiar... Quando permitimos que isso aconteça, a vida nos leva para lugares mais seguros...”

“ — Minha princesa, a verdade é sempre o melhor caminho. As mentiras são atalhos que atrasam a nossa vida, geram desconfiança e turbulências nos relacionamentos, então, seja qual for a verdade, ela é sempre melhor.”


Capa e Diagramação



Adoro capas com predominância de azul, então esta já me conquistou. O título e o cabelo da sereia possuem efeito envernizado. Os capítulos sempre se iniciam em uma nova página, que são levemente amareladas. A diagramação está primorosa, com as páginas que iniciam capítulos contendo efeito esfumaçado e uma concha, e o final dos capítulos com ilustrações – diria até que podem ser coloridas, para os amantes de livros de colorir, mas isso seria “profanar” o livro, rs. Possui orelhas.
A letra possui um tamanho ótimo, o espaçamento entre linhas é muito bom e a numeração das páginas fica na parte central inferior. Há alguns erros de revisão/digitação, que não prejudicam a leitura e provavelmente passarão despercebidos pela maioria.


Nota



Autora

Com mãe comissária de bordo e pai filósofo, a franco-mineira Béatrice T. Dupuy sempre viveu no mundo das viagens e dos livros. Morou na França e nos Estados Unidos, onde já foi recepcionista, garçonete, vendedora e baby-sitter.
Apaixonada pelo mar, Béatrice sonhava em ser bióloga marinha. Hoje, mestre em comunicação, exerce funções de liderança em comunicação corporativa.
Béatrice é casada, tem um filho e mora em São Paulo.


Onde Comprar



O livro é uma cortesia da Editora Coerência. A resenha realizada aponta pontos positivos e/ou negativos encontrados pelo autor do post no decorrer da leitura. A opinião do autor é pessoal e independente da editora e/ou autora do livro.


Postado por


2 comentários :

  1. Olá, eu adquiri o livro pela editora Arwen na primeira edição, mais ainda não li acredito que esse ano ainda vou ler, lendo a sua resenha fiquei com vontade de já começar a leitura. ;)

    www.mundofantasticodoslivros.blogspot.com

    ResponderExcluir