.
Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

RESENHA #108: AOS OLHOS DE ZOE, DE CAMILA PELEGRINI

Ficha Técnica

Título Nacional: Aos Olhos de Zoe (Skoob
Autora: Camila Pelegrini
Editora: Coerência
Ano: 2016
ISBN: 9788592572068
Páginas: 394
Formato: 22,9 X 16,0 cm
Acabamento: Brochura
Gênero: Romance






Sinopse

O que você acha que seu cachorro diria sobre a sua vida? Como ele contaria sua história?
Bem, a sua eu não sei, mas a de Melissa, Zoe revelou perfeitamente.
Após ser resgatada da rua, a cachorrinha mais sábia de todos os tempos acompanha a trajetória de sua nova família, relatando a história do fim de um amor e do começo de outro, apontando suas dúvidas sobre os erros humanos e fazendo das menores coisas do dia a dia a sua felicidade infinita.
É mais do que um romance. É um ensaio sobre a amizade, a fidelidade e o amor em sua forma mais pura. É Zoe salvando aqueles que um dia a resgataram.
Seja bem vindo à história de uma vida retratada "Aos Olhos de Zoe".


Opinião

Conheci a Camila em um evento, há bastante tempo, e logo me aventurei em seu primeiro livro, “Sombras do Medo” (Resenha AQUI).

Admiro demais o trabalho desta jovem autora, e quando soube do lançamento de “Aos Olhos de Zoe”, como uma apaixonada por animais, sabia que precisava ler o quanto antes. Assim, a querida Camila me presenteou com um exemplar na Bienal 2016.

A narrativa começa em 31/12/2009, quando uma cachorrinha, abandonada por seus antigos donos, conhece Melissa e ganha um lar. Melissa é uma pintora, casada com Lucca, um advogado. A vida vai seguindo seu curso normal, mas Lucca parece cada vez mais distante, e conhecemos todos os fatos através da narrativa de Zoe, nome dado por Melissa à cadela. Zoe é um bom animal – como todos –, cheia de amor por sua salvadora, e cheia de inocência ao descrever as situações pelas quais passou. Ah, é bem sapequinha também, mas ela não faz por mal!

Em um determinado dia, Gabriel – que é professor –, Alegra e a cachorra Nica, entram na vida de Melissa, para conquistarem o coração dessa dupla dinâmica. Os dois novos amigos se ajudarão mutuamente a resolver problemas pessoais, curar traumas e fechar feridas.   
“Aos Olhos de Zoe” é amor em formato de livro. Amor dos animais, amor de pai pra filha, de filha pra pai, de animal para animal... Fiquei completamente apaixonada pela bondade de Gabe e pela esperteza de sua filhinha Alegra; sem contar, claro, pela molecagem da querida Zoe.

Caso tivesse que apontar pontos não tão positivos do livro, diria que as datas dos capítulos não fizeram muito sentido para mim, ficou meio confuso. Então, em determinado ponto da narrativa, passei a desconsiderá-las e só me concentrei na história, sem tentar encaixá-la no tempo/espaço. Além disso, achei alguns pensamentos da Zoe, e também da Nica, em suas poucas participações narrando, muito bem formados para cachorras. Não quero dizer com isso que os animais são burros, longe disso, só achei que a utilização de algumas palavras poderia ter sido simplificada para ficar mais convincente e adequado.

A história traz, além de superação, uma reflexão sobre o que deve sentir um animal abandonado à própria sorte. É de chorar, de partir o coração. Especialmente o final. Se você nunca pensou nisso, este é seu livro. Porém, se assim como eu, você já é um defensor da causa animal e adoraria poder adotar ou cuidar de todos os animais do planeta, “Aos Olhos de Zoe” despertará ainda mais esta sensibilidade em seu ser.

Leitura super recomendada! Mal posso esperar pela próxima obra de Camila Pelegrini!
       

Frases Marcantes

“Tenho absoluta certeza de que todos os que me deixaram em algum momento da vida não haviam tido alternativa.” 

“Acho, em minha humilde opinião canina, que deveriam escutar mais, falar menos e prometer menos ainda.”

“Será que eu realmente valia menos do que o pedaço de papel?”

“Que o mundo todo ganhasse presentes e mais presentes. Que não houvesse embrulhos suficientes para todos eles.”

“Quando se ama, os corações tornam-se interligados de uma maneira tão íntima, que a alegria de um necessariamente se torna a do outro.”

“Talvez eles me imaginassem como uma criaturinha ágil, esperta, corajosa e destemida, que não teria problemas em viver na rua, em fugir de carros em alta velocidade, em procurar comida no lixo, beber água suja da guia, ser agredida em troco de nada por algumas pessoas. Tenho certeza de que eles não poderiam imaginar quão perigosa é a vida de um cachorro abandonado.”

“Acho seguro dizer, portanto, que se minha vida é a obra de arte que tanto amo e valorizo, são meus amigos os pincéis e a tinta.”


Capa e Diagramação


A capa é bonita, mais um trabalho bem-feito da Marina Avila. Os capítulos sempre se iniciam em uma nova página ímpar, que são amareladas, com o número do capítulo e uma data. Há elementos interessantes da diagramação, que me agradou. Possui orelhas.
A letra possui tamanho bom, o espaçamento é bom e a numeração das páginas é no canto, na parte inferior, exceto em início de capítulos, cuja numeração é inexistente. Encontrei erros de digitação/revisão, mas a maioria não prejudica a leitura.


Book Trailer



Nota



Autora

Com um sonho na cabeça, uma caneta na mão e alguns cachorros nos pés, Camila Pelegrini (23 anos), estudante de Direito e professora de Inglês, descobriu-se também escritora. A jovem autora de Sombras do Medo acredita que livros possuem mais força do que todos os X-MEN reunidos, e por isso, une em suas obras as suas maiores paixões: literatura, animais, mistério e a esperança de um mundo melhor.


Onde Comprar



O livro é uma cortesia da autora Camila Pelegrini. A resenha realizada aponta pontos positivos e/ou negativos encontrados pelo autor do post no decorrer da leitura. A opinião do autor é pessoal e independente da editora e/ou autora do livro.


Postado por


  

2 comentários :

  1. Amandaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!
    Que amooooooor de resenha! Sinto-me mt feliz e grata por ter vc ao meu lado em mais esse passo da caminhada.

    Amei!
    Obrigada!!

    ResponderExcluir
  2. Oi Amanda, finalizei a leitura de Sombras do Medo ontem e fiquei encantada com a escrita fluída da Camila, logo vim procurar resenha desse outro livro dela....já quero muito depois dessa resenha então...
    Beijos

    Divagando Palavras
    www.divagandopalavras.com

    ResponderExcluir