.
Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

RESENHA #119: MAU COMEÇO, DE LEMONY SNICKET

Ficha Técnica

Título Nacional: Mau Começo (Skoob
Título Original:  (Goodreads
Série: Desventuras em Série – Livro 1
Autor: Lemony Snicket
Editora: Seguinte – Companhia das Letras
Ano: 2001
ISBN: 9788535919721
Páginas: 152
Formato: 18,5 X 12,5 X 1,2 cm
Acabamento: Brochura
Gênero: Aventura, Infantojuvenil




Sinopse

Caro Leitor,
Sinto muito dizer que o livro que você tem nas mãos é bastante desagradável. Conta a infeliz história de três crianças muito sem sorte. Apesar de encantadores e inteligentes, os irmãos Baudelaire levam uma vida esmagada por aflições e infortúnios. Logo no primeiro capítulo as crianças estão na praia e recebem uma trágica notícia. A infelicidade segue os seus passos, como se eles fossem ímãs que atraíssem desgraças.
Neste pequeno volume, os três jovens têm que lidar com um repulsivo vilão dominado pela cobiça, com roupas que pinicam o corpo, um incêndio calamitoso, um plano para roubar a fortuna deles e mingau frio servido como café da manhã.
É meu triste dever pôr no papel essas histórias lamentáveis. Mas não há nada que o impeça de largar o livro imediatamente e sair para outra leitura sobre coisas alegres, se é isso que você prefere.
Respeitosamente,
Lemony Snicket


Opinião

Violet, Klaus e Sunny são os irmãos Baudelaire. Violet é a mais velha, com 14 anos, e adora fazer invenções. Klaus tem 12 e é um leitor viciado. Sunny, com somente 3, gosta muito de morder coisas.

Logo no primeiro capítulo, eles estão na praia e recebem a notícia do Sr. Poe, responsável pelo testamento de seus pais, dizendo que ambos morreram num incêndio na mansão em que moravam. Os três ficam, além de órfãos, sem casa. É quando um dos vilões mais odiados entra em cena: Conde Olaf.

Conde Olaf é o parente mais próximo das crianças e que mora na mesma cidade. Ator decadente, bêbado e cruel, o conde fará de tudo para colocar suas mãos na fortuna dos jovens Baudelaire, com a ajuda de sua trupe do teatro. Mas a esperteza dessas crianças os ajudará a passar por tantas adversidades, sempre juntos!

Narrada em terceira pessoa por um narrador onisciente seletivo, ou seja, um narrador que dá sua opinião sobre as situações e mantém interação com o leitor, como pode-se verificar na página 114: “Tenho certeza de que, no decorrer da vida de vocês, devem ter notado como o quarto das pessoas reflete a personalidade delas. No meu quarto, por exemplo, juntei uma coleção de objetos que são importantes para mim, inclusive um acordeom todo empoeirado em que toco canções tristes, uma série de anotações sobre as atividades dos órfãos Baudelaire, e um retrato meio tremido, tirado há muito tempo, de uma mulher chamada Beatrice. São objetos particularmente queridos e preciosos para mim.”

Gostei dessa ligação que o autor fez entre o narrador e os leitores, especialmente por se tratar de um livro infantojuvenil, o narrador acaba explicando termos que utiliza ao descrever as situações, o que torna a leitura mais agradável e proveitosa.

Com certeza eu continuarei acompanhando as desventuras desses três irmãos queridos.
  

Frases Marcantes

“Quando ele disse a palavra executor, Violet entendeu que o sr. Poe era o carrasco que chegava para decidir sobre o seu futuro e o de seus irmãos. Simplesmente veio andando pela praia em sua direção e mudou a vida deles para sempre.”

“Não sei se vocês já perceberam, mas as primeiras impressões muitas vezes são inteiramente falsas.”

“Às vezes o simples fato de você dizer que detesta alguma coisa e ter alguém que concorda com você pode ajudá-lo a suportar uma situação horrível.”

“O que havia de realmente assustador em Olaf, ela se deu conta, era a sua inegável esperteza. Não se tratava apenas de um bêbado grosseirão e desagradável, mas de um bêbado grosseirão, desagradável e esperto.”


Capa e Diagramação


A capa é toda fosca, exceto pela imagem, que possui efeito envernizado. A editora manteve a capa original. Os capítulos sempre se iniciam em uma nova página, que são amareladas. Possui orelhas.
O tamanho da fonte e o espaçamento são bons, a numeração das páginas fica na parte inferior centralizada. A diagramação é simples, mas o livro possui ilustração. Não encontrei erros de revisão/digitação, somente 4 espaçamentos a mais. Ótimo trabalho da editora.


Book Trailer



Nota



Autor

Lemony Snicket recebeu diversas citações por bravura em face do mal, e diversas outras por cautela quando a bravura poderia ter se mostrado causa de aborrecimentos. Foi visto pela última vez por testemunhas pouco confiáveis e/ou de natureza particularmente suspeita. Usa o tempo livre para esconder todos os vestígios de suas ações.
Saiba mais sobre o autor no site: www.lemonysnicket.com (em inglês).


Ilustrador

Brett Helquist nasceu no Arizona, cresceu em Utah, e atualmente vive em Nova York. Formou-se em belas-artes pela Brigham Young University e desde então trabalha como ilustrador. Para retratar as vidas trágicas dos órfãos Baudelaire, usa lápis quebrados, tinta seca e caixas e mais caixas de lenços de papel.




Onde Comprar



O livro faz parte de nosso acervo pessoal. A resenha realizada aponta pontos positivos e/ou negativos encontrados pelo autor do post no decorrer da leitura. A opinião do autor é pessoal e independente da editora e/ou autor do livro.


Postado por


Um comentário :

  1. Logo de primeira já conhecia o história por se tratar de desventura e serie, já assistir ao filme, e agora estou ansiosa para o lançamento da série na netflix. Esse não e o tipo de livro que me chama atenção no entanto a história dos irmãos me deixaram com vontade e curiosidade em saber como tudo isso irá terminar.

    ResponderExcluir