.
Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

terça-feira, 2 de maio de 2017

RESENHA #144: QUASE CASADOS, DE JANE COSTELLO

Ficha Técnica

Título Nacional: Quase Casados (Skoob
Título Original: The Nearly-Weds (Goodreads
Autora: Jane Costello
Editora: Record – Grupo Editorial Record
Ano: 2014
ISBN: 9788501091963
Páginas: 414
Formato: 20,8 X 13,3 X 2,4 cm
Acabamento: Brochura
Gênero: Chick lit, Romance





Sinopse

Para Zoe Moore, o dia de seu casamento foi o mais marcante de sua vida. Ou melhor, o dia em que deveria ter se casado, mas em vez disso, foi largada no altar após sete anos de namoro. Arrasada e disposta a se recuperar, ela decide se mudar de Liverpool para os Estados Unidos e trabalhar como babá. Ao chegar em Boston, ela se depara com a esperta Ruby, prestes a completar 6 anos, o adorável Samuel, que acaba de fazer 3, e o pai deles, Ryan Miller. Seu novo chefe, além de fazer uma bagunça sem precedentes e de ter um mau humor imbatível, é incrivelmente bonito. Depois de um começo um tanto decepcionante, Zoe e Ryan começam a se entender, mas ela está prestes a descobrir que recomeços podem ser mais difíceis do que esperava.


Opinião

Zoe Moore mora em Liverpool e trabalha em uma creche. Após 7 anos de namoro, ela tem certeza do próximo passo em sua vida: o casamento. Só que o noivo Jason não parece tão seguro assim. Tanto que a deixa no dia do casamento, praticamente no altar. Com seu mundo caindo, Zoe decide se afastar de tudo e ir trabalhar de babá nos Estados Unidos.

Em Boston ela conhece seu novo patrão, Ryan Miller, um homem pra lá de sexy, mas com um humor terrível, mulherengo e bastante bagunceiro, além de não dar atenção a seus filhos pra ficar “curtindo” sua viuvez. Ruby e Samuel, com respectivamente 6 e 3 anos, passam a ser responsabilidade de Zoe, que também assume outras funções como limpeza da casa, fazer compras e lavar roupas.

No começo, Ryan é completamente insuportável e realmente Zoe só aguenta a situação toda por não ter opção. Mas ela acaba fazendo uma amiga dentre outras babás e se envolve em toda a situação das crianças e seu pai. Ao mesmo tempo, ela se sente impelida a retomar sua vida em Liverpool, no que sua mãe a incentiva (até demais).

Muitos dos personagens possuem trejeitos engraçados ou curiosos, e várias situações me fizeram dar altas gargalhadas. Claro que existiram situações um pouco mais sérias e tensas, e momentos em que quis esganar Ryan e Zoe. Porém, a história me envolveu de tal modo que eu não consegui largar até virar a última página, e acabei me apaixonando por quase todos. Só achei um disparate a Zoe se dizer acima do peso com corpo tamanho 36-38.

É um chick lit muito gostoso, narrado em 1ª pessoa, que mostrará que é preciso superar as dificuldades e recomeçar. Jane Costello com certeza ganhou uma fã! 
  

Frases Marcantes

“Mas o trem está parando na estação, e eu tenho apenas duas opções. A primeira é ficar como estou: ensopada, vestida com uma blusa que agora está transparente e emite uma espécie de fedor que só pode ser descrito como eau-de-cadeia. E a segunda é vestir a única roupa que consegui alcançar, por mais inadequada que seja para a ocasião.”

“São essas células cerebrais que me obrigam, contra minha vontade, a comprar e devorar barras de chocolate quando eu havia jurado, horas antes, que seguiria a dieta macrobiótica restrita defendida por Gwyneth Paltrow.
São as mesmas células cerebrais que me fazem entrar em lojas e me impelem a usar meu cartão de crédito em um novo par de sapatos que infalivelmente vai estourar meu orçamento e não combina com nenhuma peça de meu guarda-roupa.”

“Mas havia um defeito naquela ruptura súbita e completa com minha antiga vida. Você pode atravessar um oceano para fugir. Mas não tem como fugir de seus pensamentos.”

“ — É verdade – concorda ele. — Então, se você é filha única, isso quer dizer que... Como eu... É mimada, socialmente dominante e paparicada.
— Inteligente e conscienciosa, é como eu interpreto.”

“Mas isso acabou. A vida não é mais ditada pelos caprichos dos programadores de TV. Bob Esponja não é mais uma força poderosa e onipresente em nossas vidas. E eles não ficam mais sentados encarando a tela por horas, como que enfeitiçados. Para eles, há coisas mais interessantes para fazer.”

  
Capa e Diagramação


A capa é bem mais bonita do que a original, é aveludada e contém alguns detalhes envernizados, como o título. Possui orelhas.
Os capítulos são curtos e sempre se iniciam numa nova página, que são levemente amareladas e resistentes. A fonte da letra e o espaçamento entre linhas são bons e a numeração das páginas está na parte inferior central. A diagramação é simples.
Encontrei 11 erros de revisão/digitação, a maioria falta de pontuação, que não atrapalham a leitura.


Nota



Autora

Jane Costello atuou como jornalista durante anos antes de se tornar escritora. Trabalhou nas publicações Liverpool Echo, Daily Mail e foi editora do Liverpool-Daily Post. Seus livros já foram traduzidos para mais de 16 idiomas. De sua autoria, a Editora Record também publicou Damas de honra. Quase casados foi eleito pela Romantic Novelist’s Association como a comédia romântica do ano. Ela mora em Liverpool com os dois filhos, Otis e Lucas.


Onde Comprar



O livro faz parte de nosso acervo pessoal. A resenha realizada aponta pontos positivos e/ou negativos encontrados pelo autor do post no decorrer da leitura. A opinião do autor é pessoal e independente da editora e/ou autora do livro.


Postado por




Um comentário :

  1. se dizer que eh acima do peso e estar dentre os 36-38 eh estar doida ne, mas ok kkkkk
    pela premissa eu ja posso dizer que gostei do livro, mas sua resenha me fez adicionar ele a minha listinha, adoro livros assim, e vc falando que deu altas gargalhadas e nao conseguia parar de ler me fez ter mais vontade de ter ele em minhas maos!

    perolasdelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir